Após controlar início da pandemia, Paraguai vê casos dobrarem em uma semana

Em 10 de agosto, o Paraguai registrava 82 mortes pela Covid-19, em 18 de agosto, esse número chegou a 161

Da CNN
19 de agosto de 2020 às 16:38
26.fev.2019 - Presidente da República do Paraguai, Mário Abdo Benitez.
Foto: Alan Santos/PR

O número de mortes pelo novo coronavírus no Paraguai quase dobrou na última semana, de acordo com números divulgados pelo Ministério da Saúde do país. O total de casos aumentou quase 25% no mesmo período.

Em 10 de agosto, o Paraguai registrava 82 mortes pela Covid-19, em 18 de agosto, esse número chegou a 161.

Leia mais:
Cuba anuncia testes em humanos de potencial vacina contra a Covid-19
Uma pessoa pode tomar mais de uma vacina contra a Covid-19?

O Paraguai reportou 7.519 casos totais de coronavírus em 11 de agosto, e em 18 de agosto mais de 10 mil casos totais foram relatados. As estatísticas do ministério mostram um rápido aumento no número de casos ativos - de 1.647 no início do mês para 4.043 no dia 18 de agosto. A grande maioria dos casos está concentrada na região central do país, no entorno da capital, Assunção.

Os dados do ministério da Saúde mostram uma alta taxa de infecção entre pessoas na faixa dos 20 e 30 anos, que respondem por mais da metade do total de infecções.

Nos primeiros meses da pandemia, o Paraguai teve uma taxa de infecção muito menor do que a maioria dos outros países latino-americanos.

A Organização Pan-Americana da Saúde disse na última terça-feira (18/08) que as Américas são responsáveis por 64% das mortes por Covid-19 no mundo, de acordo com a Diretora da OPAS, Dra. Carissa Etienne.

"As Américas têm aproximadamente 13% da população mundial, mas 64% das mortes globais oficialmente relatadas, até agora", disse Etienne, acrescentando que mais de 400 mil pessoas morreram do vírus nas Américas do Norte e do Sul.

(Texto traduzido. Clique aqui para ler o original, em inglês)