Com alerta de premiê sobre novos casos de Covid, Nova Zelândia estende restrição

País registrou oito casos do novo coronavírus nesta segunda. Com isso, Auckland seguirá em alerta nível 3 até domingo, enquanto país está em alerta nível 2

Isaac Yee, da CNN
24 de agosto de 2020 às 02:38 | Atualizado 24 de agosto de 2020 às 02:38
Premiê da Nova Zelândia, Jacinda Ardern
Foto: Martin Hunter - 13.mar.2020/Reuters


A primeira-ministra da Nova Zelândia, Jacinda Ardern, anunciou nesta segunda-feira (24) que as restrições do nível de alerta 3 em Auckland, a maior cidade do país, serão estendidas até domingo, 30 de agosto, depois que oito novos casos do novo coronavírus foram registrados em um dia.

“O Diretor-Geral (de Saúde) recomendou ao gabinete, e o gabinete concordou em aplicar uma curta extensão das restrições de nível 3 em Auckland até 23h59. neste domingo, 30 de agosto ”, disse Ardern em entrevista coletiva.

Leia também:Peru:
15 participantes de festa clandestina testam positivo para Covid-19

“Este é um epicentro contido, mas é o nosso maior, o que significa que a cauda será longa e os casos continuarão chegando por um tempo”.

Ardern disse que Auckland, a cidade mais populosa do país, passará para um nível de alerta 2 após o término do período prolongado de restrições de nível 3 no domingo.

O resto da Nova Zelândia continuará com as restrições de nível 2. As restrições atuais com Auckland no nível 3 e o resto do país no nível 2 foram originalmente definidas para serem suspensas à meia-noite de quarta-feira.

"Nosso objetivo contínuo é manter nossa estratégia de eliminação enquanto tentamos reduzir o impacto no maior número possível de pessoas e empresas", disse Ardern.

“Em nossa luta contra esse vírus, mantivemos alguns recordes, agora o que temos de vencer é o ressurgimento e, se algum país sabe como se recuperar, somos nós."

Ardern também anunciou que o uso de máscaras ou coberturas faciais se tornará obrigatório nos transportes públicos em níveis de alerta 2 ou superiores a partir da próxima segunda-feira.

O que significam as restrições

Sob as restrições de nível 3, locais públicos como museus, cinemas, praças de alimentação, ginásios, piscinas, playgrounds e mercados permanecerão fechados. As pessoas devem permanecer dentro de sua bolha doméstica imediata, mas podem expandi-la para se conectar com parentes próximos, trazer cuidadores ou apoiar aqueles que estão isolados.

Sob as restrições de nível 2, não mais do que 100 pessoas podem se reunir em um lugar por vez.