Polícia interrompe rave ilegal em floresta na Inglaterra

Dezenas de policiais, alguns segurando escudos de proteção, abordaram os participantes na floresta de Thetford

Reuters
30 de agosto de 2020 às 18:10
Dezenas de policiais, alguns segurando escudos de proteção, abordaram os participantes na floresta de Thetford
Foto: Reuters

A polícia interrompeu uma rave ilegal durante a madrugada deste domingo (30), em uma floresta na região leste da Inglaterra, dias depois de o governo britânico introduzir medidas mais duras para combater "violações graves" das restrições contra Covid-19, incluindo multas de 10.000 libras (13.000 dólares).

Dezenas de policiais, alguns segurando escudos de proteção, abordaram os participantes na floresta de Thetford, mas, apesar de algumas brigas, o grupo foi amplamente disperso de maneira pacífica. Não parece ter havido nenhuma prisão e a polícia desmontou o sistema de som.

         Leia também:

Astros do TikTok são acusados de promover festas durante pandemia em Los Angeles

Festa do Peão de Boiadeiro de Barretos é adiada para 2021 por causa da pandemia

Antes de um feriado bancário de três dias, o governo havia dito que "aqueles que facilitarem ou organizarem raves ilegais, eventos musicais não licenciados ou qualquer outra reunião ilegal de mais de 30 pessoas podem ser multados em 10.000 libras".

Dezenas de policiais, alguns segurando escudos de proteção, abordaram os participantes na floresta de Thetford
Foto: Reuters

“Eu entendo que as pessoas não deveriam se reunir em grupos de acima de 30, mas todos estão ansiosos para socializar e sair à noite”, disse um participante da festa, que falou sob condição de anonimato.

"As pessoas não querem violência", acrescentou ele. "Viemos aqui para socializar e, em seguida, nos limparmos."

A polícia teve que interromper várias raves ilegais em outras partes da Inglaterra enquanto o governo tenta um equilíbrio entre a abertura da economia com o afrouxamento de restrições e a proteção da saúde pública.