Incêndios nos EUA: mortes vão a 15; Oregon evacua mais de 10% da população


Carlos Barria e Adrees Latif, da CNN
11 de setembro de 2020 às 02:04 | Atualizado 11 de setembro de 2020 às 17:12

Dezenas de incêndios florestais extremos, proliferados pelo vento, atingem florestas e cidades nos estados da Costa Oeste dos Estados Unidos nesta semana, destruindo centenas de casas, matando pelo menos 15 pessoas e forçando centenas de milhares a fugir, disseram as autoridades.

As autoridades encontraram sete corpos no norte da Califórnia na quinta-feira, enquanto os bombeiros lutavam contra vários incêndios florestais devastadores, elevando o número total de vítimas no estado ara 10.

Pelo menos cinco outras pessoas foram mortas no estado de Washington e Oregon nesta semana em meio a uma série de incêndios florestais fora de controle.

O número de pessoas sob ordens de evacuação somente no Oregon subiu no final do dia para cerca de 500.000, mais de 10% da população total do estado, disse uma porta-voz do Escritório de Gerenciamento de Emergências do estado.

Outros milhares foram deslocados para o norte e o sul nos estados vizinhos de Washington e Califórnia.

Assista e leia também:
Incêndios deixam céu alaranjado em São Francisco, na Califórnia; veja imagens

Chá de revelação do gênero de bebê causou incêndio florestal na Califórnia

Oregon suportou o peso de quase 100 grandes incêndios florestais ocorridos no oeste dos Estados Unidos nesta semana. Cerca de 3.000 bombeiros estão lutando contra quase três dezenas de incêndios em Oregon, e os bombeiros dizem que o dobro de pessoal é necessário para controlar os incêndios.

A polícia abriu uma investigação de incêndio criminoso em pelo menos uma queimada no Oregon, o Fogo Almeda, que começou em Ashland perto da fronteira com a Califórnia e incinerou várias centenas de casas em comunidades adjacentes ao longo de Bear Creek, disse o chefe de polícia de Ashland, Tighe O'Meara.

O'Meara disse que os investigadores trataram as origens do incêndio de Almeda como suspeitas.

"Temos bons motivos para acreditar que havia um elemento humano nisso, então vamos prosseguir com uma investigação criminal até termos motivos para acreditar que foi o contrário", disse ele à Reuters.

O'Meara disse esperar que o número de mortos do Incêndio de Almeda, inicialmente culpado por duas das fatalidades do Oregon, aumentasse enquanto as equipes de busca vasculhavam as ruínas de moradias que queimaram no meio de uma evacuação caótica.

As chamas do Oregon devastaram pelo menos cinco comunidades na cordilheira Cascade, bem como áreas de floresta tropical costeira normalmente protegidas de incêndios florestais. No leste do estado de Washington, um incêndio destruiu a maior parte da pequena cidade agrícola de Malden.

No centro de Oregon, as equipes de busca e resgate entraram em comunidades devastadas como Detroit, onde os bombeiros conduziram os residentes em uma fuga dramática na montanha depois que helicópteros militares não conseguiram evacuar a cidade.

(Com informações de  Carlos Barria e Adrees Latif, da Reuters; e Nicole Chavez, da CNN)