Ao menos 222 pessoas são presas em protesto dos coletes amarelos na França

Polícia estima que ao menos 5 mil manifestantes participem de atos pela capital Paris neste sábado (12)

Da CNN
12 de setembro de 2020 às 09:09 | Atualizado 12 de setembro de 2020 às 13:04

Os manifestantes conhecidos como Coletes Amarelos planejam diversos protestos em Paris e demais cidades francesas para este sábado (12). Os atos retomam às ruas da capital francesa após meses sem manifestações públicas por causa da pandemia de Covid-19. Ao menos 222 pessoas foram presas.

A polícia espera que ao menos 5 mil pessoas compareçam aos atos em Paris. Pelas redes sociais, manifestações também foram marcadas para as cidades de Marselha e Toulouse. No início da manhã de hoje (horário de Brasília), uma fogueira feita pelos manifestantes já bloqueava as ruas de Paris. Bombeiros combatiam as chamas no local.

Na quinta-feira (10, a polícia parisiense chegou a proibir manifestações na capital por causa do risco à ordem pública, mas dois protestos foram liberados desde que não haja intenção de vandalismo e respeite-se as medidas sanitárias como o uso de máscara e distanciamento social.

O movimento dos Coletes Amarelos surgiu há dois anos na França e teve como estopim o aumento de impostos sobre combustíveis no país. Mas os protestos acabaram englobaram outras pautas, incluindo críticas ao governo do presidente Emmanuel Macron.

Leia também:

Morte de homem após ação policial desencadeia protestos na Colômbia
Nos EUA, 2 são presos após protestos violentos entre eleitores pró e anti-Trump

(Edição de texto: Luiz Raatz)