Após novos casos, cidade chinesa promete testar população inteira em cinco dias


Henrique Andrade, da CNN, em São Paulo
12 de outubro de 2020 às 16:55
China, coronavírus

Lockdown na China, em junho: novas ondas da Covid-19 começam a acontecer no país

Foto: Mark Schiefelbein - 29.jun.2020/AP

A cidade chinesa de Qingdao comunicou, nesta segunda-feira (12), que vai testar seus mais de nove milhões de habitantes nos próximos cinco dias. O anúncio foi realizado pelo Conselho Municipal de Saúde, após doze novos casos de Covid-19 registrados durante o fim de semana.

Segundo a Prefeitura da cidade, o bairro de Loushanhou, onde as infecções foram notificadas, já é uma área de médio risco de transmissão do novo coronavírus. A Comissão de Saúde da China informou que uma equipe de especialistas médicos foi enviada à cidade para auxiliar na prevenção e no combate ao vírus.

Leia também:
Por que Trump pode deixar isolamento mesmo sem teste negativo para Covid-19?
Covid-19: Ainda não há possibilidade de vacinação para crianças, diz pediatra

As autoridades de saúde de Qingdao informaram que os casos estão relacionados ao Hospital Central da cidade, especializado no tratamento de pacientes de Covid-19. Dos 132 contatos rastreados próximos à unidade de saúde, nove apresentaram diagnóstico positivo para o vírus.

Nas primeiras horas desta segunda-feira (12), mais de um milhão de testes já foram realizados. O Conselho Municipal de Saúde espera completar a testagem de cinco bairros próximos ao hospital nos próximos três dias, e testar a cidade inteira até esta sexta-feira (16).

A região de Shandong, onde Qingdao está localizada, já registrou 838 casos de Covid-19 até o momento, com oito óbitos.