Casos de Covid-19 aumentam no Canadá; premiê alerta para capacidade de hospitais

Autoridade de saúde pública do país diz que novos casos diários da doença podem chegar a 60 mil até o final do ano, ante menos de 5 mil agora

Reuters
20 de novembro de 2020 às 15:50 | Atualizado 20 de novembro de 2020 às 15:52
Com aumento de casos de Covid-19, premiê do Canadá, Justin Trudeau, alertou para capacidade dos hospitais
Foto: Blair Gable - 21.out.2020/Reuters

O Canadá registrou um grande aumento de casos do novo coronavírus, o que pode sobrecarregar o sistema hospitalar, afirmou o primeiro-ministro, Justin Trudeau, nesta sexta-feira (20).

"Os casos em todo o país estão aumentando massivamente... realmente corremos o risco de ver a carga de casos aumentar e os hospitais ficarem sobrecarregados", disse o premiê.

Uma segunda onda atinge todo o país, forçando várias das 10 províncias a reimpor as restrições de movimentação e aos negócios. Por isso, Trudeau disse que celebrações de Natal “estão fora de cogitação".

Ele rejeitou a ideia de Ottawa de invocar poderes de emergência para reintroduzir uma paralisação nacional como a que as províncias impuseram no início do ano, afirmando que "não pretende impor a força do governo federal para tentar fazer as coisas".

Assista e leia também:
Média semanal de novos casos da Covid-19 atinge recorde no Canadá
Tradicionais mercados de Natal devem abrir mesmo em meio à pandemia
Brasil deve deixar o ranking das dez maiores economias do mundo em 2020

Para a diretora de saúde pública do Canadá, Theresa Tam, os novos casos diários poderiam subir para 60 mil até o final do ano, ante menos de 5 mil agora, se as pessoas continuarem mantendo o mesmo nível de relações atuais.

Ela ressaltou que mesmo se as restrições atuais sobre as reuniões forem mantidas, novos casos diários saltarão para mais de 20 mil até 31 de dezembro.

Somente se as pessoas reduzirem seus contatos a situação permanecerá estável e, mesmo assim, a experiência das nações europeias sugere que mais restrições serão necessárias, disse ela.

As autoridades preveem que até 30 de novembro o número total de mortos ficará entre 11.870 e 12.120, com o total de casos entre 366.500 e 378.600. O Canadá registrou um total de 315.751 casos e 11.265 mortes até agora.