Eleições EUA: Como funciona e o que falta para que resultado seja definitivo


Guilherme Venaglia, da CNN, em São Paulo
20 de novembro de 2020 às 23:09
Trump e Biden disputam a Casa Branca
Trump e Biden disputam a Casa Branca
Foto: Carlos Barría/Reuters (Trump) e Jonathan Ernst/Reuters (Biden)

Em uma eleição, todos votam no mesmo dia e que tem mais voto ganha? Nos Estados Unidos, não necessariamente. Dezessete dias depois da votação, Joe Biden é considerado como presidente eleito, dadas as projeções e resultados divulgados, mas Donald Trump segue sem reconhecer o resultado.

Parte da confusão está no sistema eleitoral americano. Baseado em uma fórmula que favorece o federalismo, o papel de cada estado, o sistema transforma uma eleição em, na verdade, 50 votações diferentes.

Biden e Trump não entraram na disputa para ter mais votos entre os eleitores, mas sim para ganhar o Colégio Eleitoral, onde os delegados escolhidos nessas dezenas de votações se reúnem e decidem em definitivo o presidente.

Entenda como funciona o sistema:

Essa saga está prevista para acabar no dia da reunião do Colégio Eleitoral, marcada para 14 de dezembro deste ano. Até lá, o presidente Donald Trump segue investindo em recontagens que diminuam a vantagem de Biden.

Segundo a projeção da CNN, com os resultados oficiais dos 50 estados, Joe Biden possui 306 delegados e Trump, 232 representantes no colegiado. 

Com a permissão dos votos pelo correio, e uma tendência verificada em pesquisas de que os eleitores democratas optam mais por esse mecanismo, Donald Trump acusa o pleito de fraude. Veja as alegações do republicano:

Um dos processos movidos pelo presidente, no estado da Geórgia, não resultou em reviravolta. O estado anunciou o resultado da recontagem nesta sexta-feira (20) e, mais uma vez, deu a vitória a Joe Biden.

Quem é Joe Biden?

Político de carreira e vice-presidente durante a gestão de Barack Obama, Joseph Robinette Biden Jr. venceu as eleições presidenciais no que coroou uma longa trajetória rumo a Casa Branca. Trajetória essa permeada por altos e baixos na vida pública e por tragédias familiares.

 

Enquanto aguarda a confirmação do resultado, Joe Biden já vem estruturando seu provável futuro governo. O democrata escolheu nomes que integrarão seu gabinete.

Uma das primeiras preocupações do presidente eleito é conter o que se aponta como provável segunda onda da Covid-19. Veja o plano que o novo governo está estruturando: