'Serei o primeiro a tomar a vacina em Israel', diz premiê Benjamin Netanyahu

Benjamin Netanyahu afirma que pretende 'servir de exemplo', mas pede que enquanto não começar a imunização as pessoas mantenham distanciamento e usem máscara

Oren Liebermann, da CNN
09 de dezembro de 2020 às 10:10 | Atualizado 09 de dezembro de 2020 às 10:20
O primeiro-ministro de Israel, Binyamin Netanyahu
Foto: Reprodução - 15.jul.2020 / Reuters

O primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, disse que será a primeira pessoa a tomar a vacina da Pfizer-BioNTech no país depois de a primeira remessa de doses chegar ao aeroporto de Tel Aviv nesta quarta-feira (9).

“Eu acredito nessa vacina. Espero que receba as autorizações adequadas nos próximos dias e quero que os cidadãos de Israel sejam vacinados”, disse Netanyahu enquanto as doses eram descarregadas do avião de carga.

“Para isso, quero servir de exemplo para eles e pretendo ser o primeiro no estado de Israel a ser vacinado com essa vacina.”

Assista e leia também:
Israel anuncia início de testes em humanos para vacina própria contra Covid-19
Ex-chefe de segurança espacial de Israel diz que ETs existem e Trump sabe disso

No entanto, como os casos do novo coronavírus estão em alta em Israel, Netanyahu alertou que a pandemia ainda não acabou e encorajou todos a manterem distanciamento social.

“Nós vemos o fim [da pandemia]. Ainda precisamos seguir as regras de usar máscaras e distanciamento, mas o fim está à vista. O que é importante para mim é que milhões de israelenses sejam vacinados ”, disse ele.

(Texto traduzido; leia o original em inglês)