México confirma quatro casos de Covid-19 em cachorros

Até hoje, o país registrou 25 casos suspeitos da doença em animais por possível contágio, entre eles, 16 cachorros

Fidel Gutiérrez, da CNN
11 de dezembro de 2020 às 08:13 | Atualizado 11 de dezembro de 2020 às 08:15
Filhote de cachorro
Até hoje, o país registrou 25 casos suspeitos da doença em animais por possível contágio, entre eles, 16 cachorros
Foto: Divulgação / Pixabay

A Secretaria de Agricultura do México confirmou nesta sexta-feira (11) quatro casos de Covid-19 em cachorros no país. As ocorrências não têm relação entre si.

Até hoje, o México identificou 25 casos suspeitos da doença em animais por possível contágio: 16 cachorros, 7 gatos, 1 tigre e 1 porquinho-da-Índia.

Assista e leia também:
Gato é primeiro pet do Brasil a contrair Sars-CoV-2
Do vison ao seu gato: o que se sabe sobre a relação entre Covid-19 e animais
Fim do mistério: nos 40 anos do Chester, empresa divulga fotos do animal vivo
Economia brasileira deve encolher de novo antes de voltar a crescer em 2021

Os casos foram registrados em 12 estados mexicanos, sendo 8 na Cidade do México, 4 no Estado do México, 2 em Jalisco, 2 em Morelos e 2 em Veracruz. Baixa Califórnia, Chiapas, Hidalgo, Querétaro, Nayarit, Oaxaca e Yucatán apresentaram um caso cada um.

De acordo com o comunicado do órgão federal, o primeiro caso foi notificado no dia 27 de abril em dois cachorros; o segundo, em 13 de agosto, em um cachorro de 5 anos da raça husky siberiano; e o terceiro, em um cachorro de 5 meses da raça dachshund.

A secretaria informou que os animais serão estudados e passarão por testes sorológicos.

(Texto traduzido. Leia o original em inglês.)