Peixe-boi é marcado com a palavra 'Trump' na Flórida

Agressão a espécie ameaçada é crime punível com multa de US$ 50 mil e até prisão

12 de janeiro de 2021 às 12:34
Peixe-boi foi encontrado com 'Trump' escrito em seu dorso na Flórida; autoridades oferecem US$ 5 mil por informações que levem ao responsável
Foto: Reprodução/Hailey Warrington

 

No último domingo, um peixe-boi foi encontrado perto da nascente do rio Homosassa, no norte do estado da Flórida, com a palavra “Trump” marcada em seu dorso. O Serviço de Pesca e Vida Selvagem investiga o responsável ou responsáveis pela lesão ao animal, que é protegido pela Lei das Espécies Ameaçadas.

O caso foi reportado pelo jornal local “Citrus County Chronicle”, do condado de Citrus.

De acordo com a lei, agressões como essa à espécie é um crime punível em US$ 50.000 (cerca de R$ 275 mil) e/ou até um ano de prisão. O Centro de Diversidade Biológica anunciou uma recompensa de US$ 5.000 para quem tiver informações relevantes sobre o caso. 

Leia e assista também

Polícia do DF prende amigo de estudante de veterinária picado por cobra naja

Trump se irrita com as reformas de seu clube exclusivo na Flórida

Segundo um relato publicado pelo The New York Times, uma mulher descobriu o peixe-boi com o nome marcado no corpo. Enquanto andava de barco, ela percebeu o animal próximo à superfície e filmou as marcas em seu corpo. Segundo o jornal The Post, um porta-voz do Serviço de Pesca e Vida Selvagem dos EUA afirmou que o animal não sofreu ferimentos graves, e que a palavra foi escrita com algas em seu corpo. 

Os mamíferos são lentos e de sangue quente. Para procurar refúgio e águas mais quentes no inverno, peixes-boi se dirigem às cabeceiras dos rios da costa do condado de Citrus. Na região eles ficam expostos a nadadores e velejadores.

Segundo o The New York Times, os peixes-boi fazem parte do grupo das espécies que correm risco de extinção desde 1973. Em 2017 deixou a lista e se tornou uma “espécie ameaçada”. Anualmente, por volta de uma centena de peixes-boi morrem em colisões com barcos.  

As leis do Santuário dos Peixes-Boi da Flórida, Lei da Proteção dos Mamíferos Marinhos e a Lei das Espécies Ameaçadas protegem os animais de assédios por nadadores ou embarcações.