Número de mortos sobe para 50 em inundação no Himalaia; 150 seguem desaparecidos

Uma equipe de cientistas está investigando se um pedaço de uma geleira do Himalaia caiu na água e provocou a enchente

Saurabh Sharma, da Reuters
14 de fevereiro de 2021 às 09:21
Inundação provocada pelo deslizamento de uma geleira no Himalaia, no Norte da Ín
Inundação provocada pelo deslizamento de uma geleira no Himalaia, no Norte da Índia
Foto: REUTERS TV/via REUTERS

As equipes de resgate retiraram mais nove corpos do local de uma enchente repentina na região do Himalaia, no norte da Índia, neste domingo (14). Uma semana após o desastre, o número de mortos aumenta para 50, com mais de 150 desaparecidos, disseram as autoridades.

A inundação repentina no estado de Uttarakhand, desencadeada pelo que os cientistas disseram que poderia ter sido uma grande avalanche de gelo da geleira, enviou água, rochas e detritos descendo o vale do rio Dhauliganga, destruindo barragens e pontes.

As equipes de resgate estão usando máquinas pesadas de escavação, na corrida para libertar dezenas de trabalhadores da construção de barragens presos em um túnel subterrâneo, conectado a um projeto hidrelétrico que está sendo construído pela estatal National Thermal Power Corporation.

"Ainda não perdemos todas as esperanças. Esperamos encontrar mais sobreviventes", disse à Reuters o alto funcionário do governo na região, Swati Bhadoriya. As autoridades disseram que 154 pessoas ainda estão desaparecidas.

Especialistas alertaram que ainda pode haver grandes quantidades de rochas, destroços, gelo e água que podem ser desalojados, tornando os esforços de resgate arriscados.

Uttarakhand está sujeito a inundações repentinas e deslizamentos de terra. O desastre gerou pedidos de grupos ambientais para uma revisão dos projetos de energia nas montanhas ecologicamente sensíveis.

Uma equipe de cientistas está investigando se um pedaço de uma geleira do Himalaia caiu na água e provocou a enchente.

Existem cerca de 10.000 geleiras no Himalaia indiano. Uttarakhand tem até 1.495 geleiras e muitas estão diminuindo devido ao aquecimento do clima.