OMS alerta países da África após surtos e mortes por ebola

Autoridades de saúde identificaram quase 300 casos da doença no Congo e 109 na Guiné

Emma Farge e Emma Thomasson, da Reuters*
16 de fevereiro de 2021 às 17:25 | Atualizado 16 de fevereiro de 2021 às 18:14
Profissionais ajustam equipamentos em local com suspeita de ebola
Profissionais da saúde ajustam equipamentos antes de entrar em local com suspeita de ebola na República Democrática do Congo
Foto: Goran Tomasevic - 13.dez.2018/Reuters

A Organização Mundial da Saúde (OMS) alertou os países africanos para terem cuidado com potenciais casos de ebola após novos surtos na Guiné e na República Democrática do Congo, disse um porta-voz nesta terça-feira (16).

Guiné declarou novo surto de ebola no domingo (14), no primeiro ressurgimento da doença no país desde o surto de 2013-2016, enquanto a República Democrática do Congo informou novos casos do vírus em 7 de fevereiro.

Autoridades de saúde do distrito de N'Zerekore, no sudeste da Guiné, disseram que sete pessoas que compareceram ao funeral de uma enfermeira testaram positivo para a doença e apresentaram sintomas como diarreia, vômitos e sangramento.

Três deles morreram após o funeral em 1º de fevereiro. Não está claro se a enfermeira, que trabalhava em um centro de saúde local, morreu de ebola.

"Já alertamos os países em torno da Guiné, incluindo, claro, Serra Leoa e Libéria, e eles estão agindo bem rápido na preparação e observação de qualquer infecção potencial", disse Margaret Harris, da OMS.

Harris acrescentou que as autoridades de saúde identificaram quase 300 casos de ebola no Congo e 109 na Guiné.

(Com informações de Stephanie Busari e Radina Gigova, da CNN)