Tornados e onda de frio nos EUA matam 7 pessoas e interrompem vacinação

Clima seguirá assim em muitas partes dos Estados Unidos desta terça até a próxima sexta-feira

Barbara Goldberg e Peter Szekely, da Reuters
16 de fevereiro de 2021 às 17:13 | Atualizado 16 de fevereiro de 2021 às 17:42

Tornados com vítimas fatais no sudeste dos Estados Unidos e o frio histórico abaixo de 0ºC em estados do sul, como o Texas, foram responsáveis, nesta terça-feira (16), por sete mortes e por grandes cortes de fornecimento de energia, o que cancelou a vacinação contra a Covid-19 e ameaça interromper o fornecimento de vacinas na região.

O clima seguirá assim em muitas partes dos Estados Unidos desta terça até a próxima sexta-feira (19), com até 10 centímetros de neve e chuva congelante aguardados em estados do sul até o nordeste dos Estados Unidos, disseram os meteorologistas.

Uma massa de ar do Ártico que desceu sobre grande parte do país empurrou as temperaturas para mínimas históricas nesta terça-feira, segundo a meteorologista Lara Pagano, do Centro de Previsão do Tempo do Serviço Meteorológico Nacional em College Park, Maryland.

Em Lincoln, Nebraska, foi medido -35ºC nesta terça-feira, quebrando o recorde anteriormente estabelecido em 1978, de -27ºC.

Nevasca histórica atinge grande parte dos Estados Unidos (15.fev.2021)
Nevasca histórica atinge grande parte dos Estados Unidos (15.fev.2021)
Foto: Reprodução/CNN

Falta de energia impactou vacinação

Enfrentando a falta de energia, autoridades fecharam locais de vacinação e correram para usar 8.400 vacinas que exigem refrigeração abaixo de 0ºC antes de estragarem, após um gerador ter falhado, disse a juíza do condado de Harris Lina Hidalgo.

No sudeste, um sistema de baixa pressão criou combustível para tempestades que provocaram ao menos quatro tornados, disse o meteorologista Jeremy Grams, do serviço climático do Centro de Previsão de Tempestades em Norman, Oklahoma.