Alemanha e Bélgica realizam maior apreensão de cocaína da história da Europa

Autoridades dos dois países cooperaram para apreender 23 toneladas de drogas; a carga está avaliada em bilhões de euros

Claudia Otto e Mick Krever, da CNN
25 de fevereiro de 2021 às 07:05 | Atualizado 25 de fevereiro de 2021 às 08:08

Autoridades de Alemanha e Bélgica apreenderam mais de 23 toneladas de cocaína em uma operação internacional que resultou na maior apreensão de drogas da história da Europa.O anúncio foi feito nesta quarta-feira (24).

A operação durou mais de uma semana e culminou na prisão de um homem de 28 anos de Vlaardingden, na Holanda, cujo endereço estava cadastrado para receber a remssa. de acordo com informações da polícia alemã.

Oficiais da alfândega da Alemanha investigavam o caso baseados em dicas que recebiam das autoridades da Holanda. Seguindo as pistas, os agentes da cidade portuária de Hamburgo abriram três containers listados para transporte de material de construção. 

Na área de testes do container, foram encontradas latas de argamassa preenchidas com pacotes de cocaína. Os investigadores encontraram mais de 16 quilos de drogas em 1.728 latas de material de construção.

No sábado, as autoridades da Bélgica encontraram outros 7,2 quilos de cocaína dentro de um container que transportava blocos de madeiras.

 

"Os mega-embarques interceptados a caminho Holanda formam um recorde absoluto", disse a polícia holandesa em um comunicado. "Nunca antes tanta cocaína foi interceptada de uma só vez."

Segundo a polícia, os containers vieram do Paraguai, passando por Tangier e Rotterdam. "Foi muito desagradável separar a cocaína da massa, que estava tão grudenta", afirmou o investigador chefe Rene Matschke  à CNN.

A polícia holandesa disse que uma análise de risco realizada por eles levou as autoridades alemãs a verificar três containers no dia 12 de fevereiro. 

Os agentes dizem que a apreensão não foi apenas a maior apreensão de drogas da Europa, como uma das maiores do mundo.

"Conseguimos apreender uma quantidade recorde de cocaína. Com este golpe contra o crime organizado de narcóticos - também graças à cooperação exemplar com as autoridades parceiras europeias - a alfândega alemã mais uma vez demonstrou sua influência de forma impressionante. Nossa estratégia de continuar a fortalecer maciçamente a alfândega está funcionando. ", disse o secretário de Estado do Ministério das Finanças da Alemanha Rolf Bösinger.

O porto de Hamburgo recebe cerca de 8 milhões de containers por ano.

(Texto traduzido. Leia a versão original em inglês)