Retorno de Harry para velório de Philip pode ser momento de reconciliação

Família real: Príncipe Harry voltará ao Reino Unido pela 1ª vez desde que se mudou com a esposa, Meghan Markle, para os EUA

Produzido por Layane Serrano, da CNN São Paulo
11 de abril de 2021 às 11:26

Príncipe Harry anunciou que fará tudo que for possível para conseguir ir ao funeral de seu avô, Príncipe Philip, que morreu na sexta-feira (10). Será a primeira vez que Harry voltará a visitar sua família após ter se mudado para os Estados Unidos com a esposa, Meghan Markle, e os dois terem feito uma série de denúncias contra a família real.

“Nós teremos um momento de reconciliação, mas lembrando que acima de tudo, é um momento de comoção nacional",  afirma o professor universitário e especialista em Realeza Britânica, Renato de Almeida Vieira e Silva.

“Espera-se que haja realmente um diálogo tentando suprimir arestas ou possíveis ressentimentos que tenham ocorrido recentemente”, acrescenta Vieira e Silva.

Devido à pandemia de Covid-19, o funeral do Príncipe Philip será limitado a 30 pessoas. O primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, afirmou que não deve comparecer justamente para deixar seu lugar para um membro da família. A Rainha Elizabeth II e seu marido tiveram, ao todo, quatro filhos, oito netos e dez bisnetos.

“A princípio, era vontade do próprio Príncipe Philip de ter uma cerimônia fúnebre extremamente simples. Ele não era um fã ardoroso de cerimônia muito pomposa para esse tipo de ocasião. E isso, junto com a própria pandemia, está dando este caráter mais intimista”, diz Vieira e Silva.

O Reino Unido entrou em luto por oito dias até o próximo sábado (17), quando o corpo do Príncipe Philip será enterrado na propriedade do Palácio de Windsor, onde estão outros membros da família real.