Lockdowns obrigatórios são vitais para conter 3ª onda da Covid-19, diz Merkel

Parlamento aprovou um projeto de lei que permite um "freio de emergência" nacional caso o número de infecções suba rapidamente

Da Reuters, em Berlim
13 de abril de 2021 às 12:27 | Atualizado 13 de abril de 2021 às 13:08

 A chanceler da Alemanha, Angela Merkel, disse nesta terça-feira (13) que sua decisão de pedir ao Parlamento poderes temporários que permitem a seu governo impor lockdowns nacionais contra o novo coronavírus foi necessária para conter uma terceira onda da pandemia no país.

"Para a situação melhorar, precisamos parar a terceira onda, quebrá-la, e revertê-la, e as medidas para combater a pandemia precisam ser mais rígidas", disse Merkel durante entrevista coletiva depois de seu gabinete aprovar um projeto de lei que permite a imposição de um "freio de emergência" nacional caso o número de infecções por 100 mil habitantes em um distrito ou cidade supere 100 por três dias seguidos dentro de uma semana.

"Uma coisa está nos ajudando enormemente: enquanto nos preparamos para essas restrições, a campanha de vacinação está em andamento e ganhando força todos os dias", afirmou.

De acordo com dados da Universidade Johns Hopkins, a Alemanha confirmou até o momento 3.031.986 casos de Covid-19 e 78.853 óbitos pela doença.

Barreira sanitária contra a Covid-19 em Munique, região da Bavária, na Alemanha
Foto: Peter Kneffel/picture alliance via Getty Images