Supertufão Surigae se aproxima das Filipinas neste fim de semana

Considerado o primeiro supertufão da temporada no Pacífico Ocidental, o fenômeno climático ganhou força nos últimos dias, com ventos de até 240 km/h

Taylor Ward e Haley Brink, CNN
17 de abril de 2021 às 12:09 | Atualizado 17 de abril de 2021 às 12:21
Supertufão Surigae
Após ganhar força ao longo da semana, o Supertufão Surigae deve atingir a costa das Filipinas neste final de semana
Foto: CNN Weather

O tufão Surigae se transformou em um supertufão com ventos de 240 km/h, o que equivale a um forte furacão de categoria 4 no Atlântico. Com mais força, o supertufão deve passar pelas Filipinas neste final de semana. 

O "Super Typhoon Surigae", como vem sendo chamado pelos especialistas, está se movendo lentamente em direção às Filipinas desde que se desenvolveu no início desta semana, mas se intensificou rapidamente nesta sexta-feira (16). 

A rápida intensificação ocorre quando um ciclone tropical se fortalece a cerca de 56 km/h (35 mph) em um período de 24 horas.

Surigae, conhecido localmente nas Filipinas como Tufão Bising, passou de uma tempestade tropical nesta quinta-feira (15) para o equivalente a um furacão de categoria 4 com ventos de mais de 200 km/h nesta sexta.

Como o tufão ganhou força

Essa rápida intensificação aconteceu devido às condições ideais para o desenvolvimento de um tufão: o cisalhamento do vento, ou a mudança da velocidade e direção do vento com a altura na atmosfera, tem sido muito baixa. 

O cisalhamento do vento forte pode dilacerar tempestades como essa, mas oquando é baixo permite que o tufão se alimente das águas extremamente quentes e se transforme em uma tempestade poderosa.

O baixo cisalhamento contínuo e o fluxo de saída permitirão que Surigae prospere nas águas quentes que estão alguns graus acima do normal para esta época do ano.

A previsão é de que o Supertufão Surigae continue a se fortalecer e poderá atingir ventos de  250 km/h na noite deste sábado, o que é muito próximo à velocidade do vento de um furacão de categoria 5.

Como fica a previsão do tempo para as Filipinas

No início da semana, as projeções eram de que o Supertufão seguiria para o oeste, em direção às Filipinas, antes de virar para o noroeste e norte. No entanto, nos últimos dias, vários modelos de previsão do tempo mostraram uma tendência para a tempestade se aproximar do centro das Filipinas.

Enquanto a maioria dos modelos de previsão, bem como as previsões oficiais do Joint Typhoon Warning Center e das autoridades locais, como a Philippine Atmospheric, Geophysical and Astronomical Services Administration (PAGASA), mostram o centro do Typhoon Surigae passando aproximadamente a 160 quilômetros da costa das Filipinas na noite entre sábado e domingo – a tempestade passará perto o suficiente para trazer impactos significativos.

Nesta trajetória atual, os ventos mais fortes de mais e a pior parte da chuva que o Supertufão trará permaneceriam offshore (longe da costa), mas a tempestade passaria perto o suficiente para trazer ventos com força de tempestade tropical e até 200mm de chuva.

Impactos previstos 

A chuva e o vento podem ser suficientes para causar inundações localizadas, pequenos danos à propriedade e cortes de energia. 

O PAGASA emitiu avisos, já que as condições devem piorar no horário local da manhã deste domingo (18). Se a tendência para o oeste continuar, o impacto vai piorar e avisos adicionais serão emitidos.

Independentemente das pistas já apresentadas por especialistas em clima, uma tempestade dessa magnitude vai gerar ondas gigantes e os marinheiros da região foram aconselhados a ter cuidado.

Mesmo que Surigae permaneça offshore neste fim de semana, precisará ser monitorado na próxima semana, enquanto se move lentamente para o noroeste e norte. As curvas de tempestade irão determinar os impactos para as porções do nordeste de Luzon. 

Alguns modelos de previsão do tempo mostram que a tempestade também está ficando extremamente perto desta seção da costa das Filipinas na próxima terça e na quarta-feira, mas outros modelos e previsões oficiais continuam a afirmar que o Supertufão deve passar mais longe da costa e ter com impactos limitados. O tempo vai dizer.

(Este texto é uma tradução. Para ler o original, em inglês, clique aqui)