Brasileiros deportados pelo governo Biden chegam ao Brasil na sexta (21)

Durante a corrida eleitoral, presidente dos EUA prometeu tratar os imigrantes que tentam entrar no país sem documento de maneira humanitária

Da CNN, em São Paulo
17 de maio de 2021 às 17:26
Imigrantes ilegais são enviados para o controle de fronteiras
Foto: Brandon Bell/Getty Images

O governo do presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, fará nesta semana o primeiro movimento deportação em massa de imigrantes brasileiros enviados de volta ao Brasil. O analista de internacional da CNN Lourival Sant'Anna confirmou a informação com fontes diplomáticas.

Serão 106 brasileiros, enviados em um voo que chega à Belo Horizonte nesta sexta-feira (21). A medida de Biden é semelhante à que foi realizada durante a gestão do ex-presidente Donald Trump, que tinha uma política voltada à anti-imigração. 

Durante a corrida eleitoral, Biden prometeu tratar os imigrantes que tentam entrar nos EUA sem documento de maneira humanitária. No entanto, como tradicionalmente ocorre nos EUA, a questão da imigração segue um dos principais problemas que o democrata tem de enfrentar desde que iniciou o mandato.

Em seus primeiros 100 dias, Biden pausou deportações. Ele também reverteu uma série de medidas da administração de Donald Trump que eram questionadas por aqueles que são pró-imigração.

Entre os decretos assinados, estão incluídos o fim da proibição de viagens contra cidadãos de países muçulmanos e o fortalecimento do programa Ação Adiada para Chegadas na Infância — Trump se esforçou para desfazer as proteções para imigrantes sem documentos que chegaram ao país quando crianças. 

Mesmo assim, o governo Biden tem lutado para acompanhar o fluxo de migrantes que chegam à fronteira sul dos Estados Unidos, especialmente menores desacompanhados, que foram mantidos em postos de patrulha de fronteira enquanto as autoridades tentam encontrar locais para acomodá-los.