Papa Francisco tem febre após cirurgia, mas Vaticano descarta complicações

Francisco foi submetido a uma operação para tratar uma diverticulite

Philip Pullella, da Reuters
08 de julho de 2021 às 09:01 | Atualizado 08 de julho de 2021 às 19:08

 O Papa Francisco, que está se recuperando de uma cirurgia intestinal em um hospital de Roma, teve febre na quarta-feira (07) à noite, mas exames microbiológicos e a varredura do seu peito e abdômen não revelaram complicações, informou o Vaticano nesta quinta-feira (08).

Francisco, de 84 anos, continua com o tratamento no hospital Gemelli.

"Sua Santidade, o Papa Francisco, passou um dia calmo, comendo e movendo-se sem assistência", disse o porta-voz Matteo Bruni, em uma declaração que dizia que a febre na quarta-feira à noite era temporária.

O Papa foi submetido a uma operação de três horas no domingo (04) conhecida como hemicolectomia esquerda, um procedimento em que um dos lados do cólon é removido. A cirurgia foi feita para remover uma parte do cólon que se tinha estreitado severamente, disse o Vaticano.

Espera-se que ele passe um total de sete dias no hospital, salvo possíveis complicações.

Papa Francisco no Vaticano
Foto: Guglielmo Mangiapane/Reuters (02.set.2020)