Aliado de Guaidó é preso na Venezuela e acusado de terrorismo

Segundo o regime venezuelano, Freddy Guevara tem envolvimento com grupos extremistas e paramilitares associados ao governo da Colômbia

Diego Pavão, da CNN em São Paulo
13 de julho de 2021 às 08:17

O regime da Venezuela acusou de terrorismo um dos maiores opositores de Nicolás Maduro.

Segundo o regime venezuelano, Freddy Guevara tem envolvimento com grupos extremistas e paramilitares associados ao governo da Colômbia.

Guevara é um importante aliado de Juan Guaidó, o autoproclamado presidente da Venezuela, apoiado pelo Brasil e pelos Estados Unidos.

O líder de oposição diz que Maduro está no poder de forma ilegítima.

Após a prisão de Guevara, Guaidó foi ameaçado por forças de segurança do regime.

As tensões políticas acontecem às vésperas de um encontro no México entre governo e oposição para tratar da crise na Venezuela.

Só que Nicolás Maduro diz que não irá às negociações até que as sanções econômicas da Casa Branca e da União Europeia sejam suspensas.

Freddy Guevara discursa durante comício do líder oposicionista Juan Guaidó em Caracas, Venezuela
Foto: /Leonardo Fernandez Viloria/Reuters (5.jun.2021)