EUA prorrogam fechamento de fronteiras terrestres com o México e Canadá

Prorrogação de 30 dias vem depois de o Canadá anunciar que começará a permitir visitantes norte-americanos totalmente vacinados no país a partir de 9 de agosto

David Shepardson, da Reuters
21 de julho de 2021 às 14:58
Arco da Paz, fronteira entre Seattle (EUA) e Vancouver (Canadá)
Arco da Paz, fronteira entre Seattle (EUA) e Vancouver (Canadá)
Foto: Mert Alper Dervis/Anadolu Agency via Getty Images

As fronteiras terrestres dos Estados Unidos com o Canadá e o México permanecerão fechadas para viagens não essenciais até pelo menos 21 de agosto, informou o Departamento de Segurança Interna dos EUA nesta quarta-feira (21).

A prorrogação de 30 dias vem depois de o Canadá anunciar na segunda-feira (19) que começará a permitir visitantes norte-americanos totalmente vacinados no país em viagens não essenciais a partir de 9 de agosto, após a pandemia de Covid-19 forçar uma proibição sem precedentes de 16 meses que muitas empresas reclamaram que as estava paralisando.

Uma pergunta difícil para o governo de Biden é se ele seguirá o exemplo do Canadá e exigirá que todos os visitantes estejam vacinados contra a Covid-19 antes de entrar nos EUA, disseram fontes familiarizadas com o assunto à Reuters.

A Casa Branca planeja uma nova rodada de reuniões importantes para discutir as restrições de viagem e a possibilidade de tornar obrigatória a vacinação contra a Covid-19, mas nenhuma decisão foi tomada, disseram as fontes.

Empresas no Canadá e nos Estados Unidos, principalmente as do setor aéreo e de viagens, pressionam pelo fim das restrições às viagens não essenciais entre os dois países, impostas em março de 2020, no início da pandemia.

Os EUA continuaram prorrogando as restrições ao Canadá e ao México mensalmente desde março de 2020.

Companhias aéreas e outras empresas pediram ao governo que suspenda as restrições que cobrem a maioria dos cidadãos não norte-americanos que estiveram recentemente no Reino Unido, nos 26 países do Espaço Schengen na Europa sem controle de fronteira, na Irlanda, China, Índia, África do Sul, Irã e Brasil.