Acusado de atentado ao Porta dos Fundos é preso na Rússia pela Interpol

Ele foi encontrado e detido a partir de “Difusão Vermelha”, que é quando um país da Interpol pede localização e prisão de um procurado aos demais membros

Renata Agostinida CNN

Ouvir notícia

O empresário Eduardo Fauzi Cerquise foi preso pela Interpol nesta sexta-feira (4) no aeroporto de Koltsovo, na cidade de Ekaterinburg, quando tentava embarcar para Moscou, segundo apurou a CNN. Ele é apontado como um dos autores ao atentado à sede do Porta dos Fundos. 

Ele foi encontrado e detido a partir de “Difusão Vermelha”, que é quando um país da Interpol pede localização e prisão de um procurado aos demais membros.

Não há previsão ainda de chegada de Eduardo Fauzi no Brasil. Em nota, o Ministério da Justiça disse que “deverá receber pedido formal de extradição por parte do Poder Judiciário do Rio de Janeiro e só então poderá apresentar tal pedido ao governo russo”. “Até o momento a Justiça do Rio de Janeiro não enviou pedido formal de extradição ao MJSP”, afirmou a pasta.

Eduardo Fauzi embarcando para a Rússia
Câmeras de aeroporto Tom Jobim, no Rio, mostram Eduardo Fauzi embarcando para a Rússia
Foto: Reprodução (29.dez.2019)

 

Tópicos

Mais Recentes da CNN