Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Água da Fontana di Trevi escurece em protesto pelo clima em Roma

    Manifestantes do grupo "Ultima Generazione" (Última Geração) ergueram cartazes dizendo "não pagaremos por (combustíveis) fósseis"

    Ativistas do clima protestam na Fontana di Trevi, em Roma
    Ativistas do clima protestam na Fontana di Trevi, em Roma Ativistas climáticos despejam carvão vegetal na água da Fontana di Trevi, durante uma manifestação contra os combustíveis fósseis, em Roma, Itália, 21 de maio de 2023 nesta imagem obtida nas redes sociais. Allesandro Penso/MAPS via REUTERS

    Reuters

    Roma

    Sete jovens ativistas que protestavam contra as mudanças climáticas subiram na Fontana di Trevi, em Roma, no domingo, e jogaram carvão diluído na água para deixá-la preta.

    Os manifestantes do grupo “Ultima Generazione” (Última Geração) ergueram cartazes dizendo “não pagaremos por (combustíveis) fósseis” e gritaram “nosso país está morrendo”.

    Policiais uniformizados entraram na água para tirar os ativistas, com muitos turistas filmando a ação e alguns curiosos gritando insultos aos manifestantes, mostraram imagens de vídeo.

    Em comunicado, o Ultima Generazione pediu o fim dos subsídios públicos aos combustíveis fósseis e vinculou os protestos às inundações mortais na região de Emilia-Romagna, no norte da Itália, nos últimos dias. O grupo disse que uma em cada quatro casas na Itália corre risco de inundação.

    O prefeito de Roma, Roberto Gualtieri, condenou o protesto, o mais recente de uma série de atos contra obras de arte na Itália.

    “Basta desses ataques absurdos ao nosso patrimônio artístico”, escreveu ele no Twitter.

    A tradição é que os visitantes joguem moedas na famosa Fontana di Trevi do século 18 para garantir que um dia retornarão a Roma.