Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Alemanha anuncia envio de tanques Leopard 2 para Ucrânia

    Decisão de enviar os tanques é um momento marcante no apoio do Ocidente a KIEV, após dias de intensa pressão sobre Berlim por parte de alguns de seus parceiros da OTAN

    Stephanie Halaszda CNN

    A Alemanha confirmou que enviará tanques Leopard 2 para a Ucrânia, após semanas de pressão diplomática para fazê-lo.

    A decisão de enviar os tanques é um momento marcante no apoio do Ocidente a Kiev, após dias de intensa pressão sobre Berlim por parte de alguns de seus parceiros da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan).

    O porta-voz do governo alemão, Steffen Hebestreit, disse: “Nesta quarta-feira, o chanceler Olaf Scholz anunciou ao gabinete de ministros que a Alemanha fortalecerá ainda mais seu apoio militar à Ucrânia.”

    “O governo federal decidiu disponibilizar tanques de batalha Leopard 2 para as forças armadas ucranianas. Este é o resultado de intensas consultas realizadas com os parceiros europeus e internacionais mais próximos da Alemanha”, acrescentou.

    “Esta decisão segue nossa conhecida linha de apoiar a Ucrânia para a Ucrânia com o melhor de nossa capacidade”, concluiu o porta-voz

    14 tanques

    A Alemanha fornecerá 14 tanques Leopard 2 de seus próprios estoques como parte de uma primeira remessa para a Ucrânia, de acordo com um comunicado do governo.

    “O objetivo é montar rapidamente dois batalhões de tanques com tanques Leopard 2 para a Ucrânia”, disse o comunicado. As entregas de parceiros europeus devem compensar o restante.

    A Alemanha confirmou que autorizará a reexportação de tanques Leopard 2 de outros países. A reexportação de armas de fabricação alemã requer permissão do governo alemão de acordo com a legislação nacional.

    “A Alemanha dará aos países parceiros que desejam entregar rapidamente tanques Leopard 2 de seus estoques para a Ucrânia as autorizações correspondentes para transferi-los”, diz o comunicado.

    Tanque Leopard, de fabricação alemã, pertencente às Forças Armadas da Espanha dispara durante exercício militar da Otan na Letônia / 29/09/2022 REUTERS/Ints Kalnins

    A Polônia tem pressionado a Alemanha para permitir o envio de alguns de seus tanques Leopard 2 para a Ucrânia e solicitou formalmente permissão para fazê-lo na terça-feira.

    A Alemanha também receberá tripulações de tanques ucranianos para que possam aprender sobre o Leopard 2.

    “O treinamento das tripulações ucranianas deve começar rapidamente na Alemanha”, diz o comunicado. “Além do treinamento, o pacote também incluirá logística, munição e manutenção dos sistemas”.

    Decisão “absolutamente lógica”, diz ministro da Economia

    A decisão da Alemanha de enviar tanques Leopard 2 para a Ucrânia é “absolutamente lógica”, disse o ministro da Economia e vice-chanceler do país, Robert Habeck.

    “A Ucrânia vem se defendendo há quase um ano contra o ataque da Rússia, que é contrário ao direito internacional. Ela está defendendo sua integridade territorial e sua liberdade com uma tenacidade que me impressiona novamente a cada dia”, disse Habeck em um comunicado.

    “E estou convencido de que é nossa responsabilidade apoiá-los nisso – junto com nossos parceiros europeus e internacionais, especialmente os EUA.”

    Habeck disse que é importante “pesar as coisas com cuidado” antes de ajustar o nível de apoio à Ucrânia.

    “As decisões que tomamos agora são, portanto, absolutamente lógicas”, disse ele.

    “Em estreita cooperação com nossos parceiros, estamos fornecendo tanques de guerra para a Ucrânia para que ela possa se defender melhor contra a agressão russa, e também estamos tornando isso possível para nossos parceiros”, acrescentou Habeck.

    “O direito de autodefesa da Ucrânia se aplica, e nós o apoiamos nisso com grande força.”

    Este conteúdo foi criado originalmente em inglês.

    versão original