Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Ataques do Hamas contra Israel coincidem com 50º aniversário da Guerra do Yom Kippur

    Conflito começou com o envio de tropas do Egito e da Síria na esperança de recuperar territórios anteriormente tomados por Israel

    Guerra do Yom Kippur começou com o envio de tropas do Egito e da Síria para retomar territórios ocupados por Israel
    Guerra do Yom Kippur começou com o envio de tropas do Egito e da Síria para retomar territórios ocupados por Israel Shlomo Arad/Getty Images

    Da CNN

    Os ataques com mísseis do Hamas ocorrem no 50º aniversário da Guerra de 1973, um ataque surpresa dos vizinhos árabes de Israel que começou em 6 de outubro daquele ano.

    Israel chama este combate de Guerra do Yom Kippur, já que o bombardeio começou no Yom Kippur, o dia mais sagrado do calendário judaico. Em algumas partes do mundo árabe, o conflito é conhecido como a Guerra de 6 de Outubro e é considerada uma vitória.

    Vídeo: Israel é bombardeada e primeiro-ministro afirma: “estamos em guerra”

    O conflito começou com o envio de tropas do Egito e da Síria na esperança de recuperar o território das Colinas de Golã e da Península do Sinai, anteriormente tomados por Israel na Guerra dos Seis Dias, em junho de 1967.

    Arábia Saudita, Kuwait, Líbia, Argélia, Tunísia, Sudão, Marrocos e Jordânia ajudaram o Egito e a Síria com tropas, ajuda financeira e armas. A União Soviética forneceu suprimentos para os combatentes árabes, enquanto os Estados Unidos enviaram ajuda para Israel.

    A guerra terminou com as tropas israelenses se aproximando de Damasco, capital da Síria, e com todo o exército egípcio cercado.

    FOTOS – Ataque do Hamas deixou ao menos 40 mortos e centenas de feridos

    Este conteúdo foi criado originalmente em espanhol.

    versão original