Após final do campeonato australiano, casos de Covid aumentam 50%

Partida do campeonato de futebol na Austrália é o equivalente ao NFL Superbowl; mais de 3 milhões de pessoas assistiram ao jogo

A partida do campeonato de futebol australiano é o equivalente ao NFL Superbowl, com quase 3 milhões de pessoas assistindo em toda a Austrália em 25 de setembro — cerca de 12% da população
A partida do campeonato de futebol australiano é o equivalente ao NFL Superbowl, com quase 3 milhões de pessoas assistindo em toda a Austrália em 25 de setembro — cerca de 12% da população Michael Willson/AFL Photos/Getty Images

Ben WestcottChandler Thorntonda CNN*

Ouvir notícia

Fãs que se reuniram para assistir a dois rivais do estado de Victoria, na Austrália, jogarem em um dos principais eventos esportivos do país são parcialmente culpados por um aumento de mais de 50% nos casos de Covid-19 relatados diariamente no estado, segundo autoridades locais afirmaram nesta quinta-feira (30).

Victoria relatou 1.438 novas infecções na quinta-feira, contra 948 no dia anterior — um aumento que o chefe da resposta à pandemia do estado disse ser o resultado de “um número significativo de reuniões sociais” que coincidiu com a partida de futebol australiano do campeonato da Australian Football League (AFL) entre os demônios de Melbourne e os buldogues Ocidentais, como as equipes são conhecidas, no último sábado (25).

“[Nós vimos] grandes festas finais, outras reuniões sociais, churrascos, visitas de quintal — e tudo isso gerou um número significativo de casos adicionais”, disse Jeroen Weimar, secretário Adjunto do Departamento de Saúde e Serviços Humanos do estado, em entrevista coletiva. “Até um terço dos novos casos podem ser atribuídos diretamente às reuniões”, acrescentou.

A partida do campeonato de futebol australiano é o equivalente ao NFL Superbowl, com quase 3 milhões de pessoas assistindo em toda a Austrália em 25 de setembro — cerca de 12% da população.

Para ter ideia da importância da grande final da AFL na Austrália, em Victoria, onde o esporte se originou, a sexta-feira antes do jogo é considerada feriado oficial.

No entanto, com o estado em bloqueios rígidos desde agosto, devido a surtos da variante Delta, que é altamente contagiosa, a final foi transferida para Perth, na Austrália Ocidental.

“Pessoas baixaram a guarda”, afirma secretário

O aumento do número de casos na quinta-feira é um “revés significativo”, disse Weimar, já que os dados demográficos dos infectados indicam que o vírus se espalhou mais do que o normal.

Cerca de 55% dos novos casos foram relatados entre homens, muitos dos quais eram desproporcionalmente mais jovens, disse ele. As pessoas “baixaram a guarda” no fim de semana, acrescentou Weimar.

“[Eles] decidiram que ‘agora é um grande final de semana, é um longo fim de semana, nós merecemos um pouco de compensação’. E isso agora se traduziu em pelo menos 500 casos adicionais”, disse ele.

O governo de Victoria disse que vai afrouxar as restrições de circulação assim que 70% de sua população tiver sido totalmente vacinada, mas o estado viu recentemente manifestações violentas de grupos que se opõem ao bloqueio.

Na quinta-feira, o premier de Victoria, Daniel Andrews, disse que a nova onda de casos era “completamente evitável”, mas descartou uma ligação entre o aumento e os protestos na semana passada devido à falta de evidências.

Na quinta-feira, quase 50% da população de Victoria havia recebido duas doses da vacina Covid-19.

O Melbourne Demons venceu a grande final, encerrando os 57 anos de espera do clube pelo campeonato.

(*Wayne Chang, da CNN, contribuiu com a reportagem original. O texto foi traduzido. Clique aqui para ler em inglês)

Mais Recentes da CNN