Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Biden conversa com autoridades do Texas após destruição causada por tempestade

    Beryl, a primeira tempestade da temporada de furacões do Atlântico, causou destruição e mortes no sul dos Estados Unidos

    Imagens feitas por drones de Houston, no Texas, após a passagem do Beryl
    Imagens feitas por drones de Houston, no Texas, após a passagem do Beryl REUTERS

    Na terça-feira (9), o presidente Joe Biden disse que conversou com o vice-governador do Texas, Dan Patrick, e com a administradora da Agência Federal de Gestão de Emergências (FEMA), Deanne Criswell, sobre uma declaração de emergência depois que o Beryl, a primeira tempestade da temporada de furacões do Atlântico, deixar grande parte do Texas sem energia.

    Milhões de americanos no sudeste do Texas enfrentaram condições extremamente quentes sem o alívio do ar-condicionado devido aos cortes de energia.

    “Como parte do apoio federal, posicionamos geradores antecipadamente e estamos mobilizando mais equipamentos para dar apoio com os cortes de energia, o que ajudará os texanos com a chegada do calor extremo”, disse Biden em um comunicado divulgado pela Casa Branca.

    Declaração de grade desastre

    Ainda na terça-feira, a Casa Branca informou que o Presidente Joe Biden aprovou uma declaração de grande desastre para o Beryl, que atingiu o estado do Texas na segunda-feira (8) como furacão de categoria um com ventos de mais de 120 quilômetros por hora, inundando rodovias, danificando residências e derrubando linhas de energia em seu caminho.

    Sete pessoas morreram na tempestade no Texas, incluindo duas vítimas que foram mortas por árvores caídas, segundo relatado pelo Houston Chronicle. Uma oitava pessoa morreu após uma árvore atingir sua residência no estado de Luisiana.

    A tempestade, que era esperada para enfraquecer rapidamente ao se mover para o interior, deixou destruição e morte ao passar pela Jamaica, por Granada e por São Vicente e Granadinas na semana passada, matando 11 pessoas antes de chegar ao Texas.

    Os vestígios do Beryl criaram um ambiente favorável para tornados ao longo do vale do Rio Ohio no sul de Indiana e no norte de Kentucky na tarde e noite de terça-feira, conforme relatado pelo Serviço Nacional de Meteorologia.

    Veja fotos da passagem do Beryl pelo Texas