Biden e presidente do México conversam sobre imigração, Covid-19 e cooperação

O presidente mexicano, López Obrador, deu detalhes sobre primeiro telefonema com Joe Biden desde a posse

Por Dave Graham,

da CNN

Ouvir notícia

 

O presidente mexicano Andrés Manuel López Obrador afirmou que ele e seu homólogo americano Joe Biden discutiram imigração, a pandemia de Covid-19 e a cooperação bilateral nesta sexta-feira (22), no primeiro telefonema entre os dois desde que Biden assumiu a presidência esta semana.

A ligação da tarde foi “agradável e respeitosa”, disse Obrador em uma breve postagem no Twitter, na qual apareceu em uma foto sorrindo, sentado a uma mesa com o chanceler Marcelo Ebrard e o ex-chefe de gabinete da presidência, Alfonso Romo.

“Tudo indica que as relações serão boas e para o benefício de nosso povo e nações”, disse o líder mexicano.

 

Joe Biden, presidente dos Estados Unidos
Joe Biden, presidente dos Estados Unidos
Foto: Reprodução/CNN (26.jan.2021)

 O México tem um papel importante a desempenhar nos planos de Biden para a reforma da imigração. No início deste mês, o país ajudou a coordenar esforços na América Central para conter uma grande caravana de migrantes que se dirigem aos Estados Unidos.

No entanto, a posse de Biden ocorre em um momento de tensão crescente sobre uma investigação dos EUA, agora abandonada, sobre o ex-ministro da Defesa mexicano, Salvador Cienfuegos.

Durante a teleconferência, Obrador comemorou o legado dos migrantes mexicanos nos Estados Unidos e reiterou que a melhor forma de administrar a migração é promover o desenvolvimento nos lugares que alimentam o fenômeno, disse o Ministério das Relações Exteriores do México.

Lopez Obrador disse que o México deseja trabalhar com Washington em sua “ampla agenda bilateral”, disse o ministério.

Os dois líderes concordaram que as equipes dos dois países trabalhariam juntas para traçar uma abordagem comum para o desenvolvimento e sublinharam a necessidade de cooperação conjunta para combater a pandemia, disse o ministério em um comunicado.

O governo do México também disse que iniciou negociações com Washington sobre uma ordem relacionada ao coronavírus assinada por Biden para impor requisitos sanitários às pessoas que entram no território dos EUA.

No início da sexta-feira, Lopez Obrador instou a Administração Antidrogas dos EUA a montar uma investigação interna sobre como construiu seu caso contra Cienfuegos. 

Mais Recentes da CNN