Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Biden fala com Zelensky sobre ações para “aumentar os custos da Rússia por invasão”

    Em ligação de 30 minutos, neste sábado (5), Biden saudou a decisão da Visa e da Mastercard em suspender operação na Rússia, disse a Casa Branca

    Presidente dos EUA, Joe Biden
    Presidente dos EUA, Joe Biden 24/02/2022REUTERS/Leah Millis

    DJ Juddda CNN

    Ouvir notícia

    O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, destacou as ações em andamento “empreendidas pelos EUA, seus aliados, parceiros e a indústria privada para aumentar os custos para a Rússia por sua agressão na Ucrânia”, em um telefonema com o presidente da ucraniano, Volodymyr Zelensky, na noite de sábado (5), segundo informações da Casa Branca.

    “Em particular, ele saudou a decisão desta noite da Visa e da Mastercard de suspender o serviço na Rússia”, disse a Casa Branca.

    “O presidente Biden observou que seu governo está aumentando a segurança, a assistência humanitária e econômica à Ucrânia e está trabalhando em estreita colaboração com o Congresso para garantir financiamento adicional”.

    A ligação durou cerca de 30 minutos.

    O presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, pediu ajuda aos EUA para estabelecer uma zona de exclusão aérea sobre a Ucrânia durante uma ligação com legisladores norte-americanos no início do sábado.

    Zelensky e outros líderes ucranianos pediram repetidamente à Otan e às autoridades ocidentais que imponham uma zona de exclusão aérea sobre a Ucrânia, uma medida que pode impedir que as forças russas realizem ataques aéreos contra seu país.

    Na chamada via Zoom, Zelensky também pediu aos senadores dos EUA maiores sanções à Rússia, inclusive em energia, e mais assistência militar direcionada às forças ucranianas. Ele agradeceu aos EUA pelo apoio que deram até agora, mas sua mensagem geral foi que seu país precisa de mais ajuda à medida que se esforça contra a invasão da Rússia.

    Desde a invasão da Ucrânia pela Rússia, os dois líderes falaram pelo menos cinco vezes.

    Na ligação de sábado, a Casa Branca disse que Biden “reiterou sua preocupação com o recente ataque russo a uma usina nuclear ucraniana e elogiou a habilidade e bravura dos operadores ucranianos que mantiveram os reatores em condições seguras”.

    O presidente russo, Vladimir Putin, alertou neste sábado que consideraria os países que impõem uma zona de exclusão aérea sobre a Ucrânia como “participantes de um conflito militar”.

    Mas o secretário-geral da Otan, Jens Stoltenberg, disse na sexta-feira que uma zona de exclusão aérea não é uma opção considerada pela aliança.

    O secretário de Estado dos EUA, Antony Blinken, disse na sexta-feira que o estabelecimento de tal zona pode levar a uma “guerra de pleno direito na Europa”, mas acrescentou que Washington continuará trabalhando com seus aliados para fornecer aos ucranianos os meios para se defender da agressão russa.

    Este conteúdo foi criado originalmente em inglês.

    versão original

    Mais Recentes da CNN