Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Biden indica que pode proibir petróleo e gás da Rússia

    “Nada está fora de questão”, disse Biden quando pressionado especificamente a proibir as exportações de petróleo russo, mas Casa Branca afirma que não quer ter setor energético russo como alvo no momento

    Kevin LiptakBetsy Kleinda CNNTim Ahmannda Reuters

    Em Washington

    Ouvir notícia

    O presidente dos EUA, Joe Biden, disse na quarta-feira (2) que acredita que a Rússia está intencionalmente atacando civis na Ucrânia, mas se recusou a dizer se acredita que crimes de guerra estão sendo cometidos.

    “Está claro que eles estão” visando civis, disse Biden.

    Questionado se acreditava que a Rússia está cometendo crimes de guerra, Biden disse: “Estamos acompanhando de perto. É muito cedo para dizer isso.”

    Enquanto os EUA procuram maneiras de punir a Rússia, Biden também reiterou que sancionar as exportações de petróleo russas continua sendo uma possibilidade, embora as autoridades tenham alertado que trabalharão para minimizar o impacto de tal medida nos preços do petróleo nos EUA e no mundo.

    Um conselheiro da Casa Branca afirmou que o governo Biden não quer ter como alvo o setor de energia russo, pelo menos por enquanto, pois a medida poderia prejudicar consumidores norte-americanos. Além disso, a decisão poderia aumentar os preços globais e acabar reduzindo o impacto direto sobre Moscou.

    “Nada está fora de questão”, disse Biden quando pressionado especificamente a proibir as exportações de petróleo russo.

    Separadamente, Biden também disse que cabe ao líder ucraniano Volodomyr Zelensky decidir se quer permanecer em seu país enquanto está sitiado pela Rússia.

    “Acho que é o julgamento dele e estamos fazendo tudo o que podemos para ajudá-lo”, disse Biden ao deixar a Casa Branca.

    Zelensky disse que é o principal alvo da Rússia durante a invasão e que sua família é o segundo. Os EUA disseram anteriormente que estão fornecendo uma ampla gama de apoio a Zelensky, embora não tenham detalhado quais medidas estão tomando para protegê-lo.

    A CNN informou anteriormente que os EUA discutiram planos de contingência com Zelensky sobre deixar a Ucrânia ou se mudar para Lviv. Zelensky afirmou repetidamente que quer ficar na capital.

    Biden e Zelensky conversaram por cerca de 30 minutos na terça-feira (1º).

    Este conteúdo foi criado originalmente em inglês.

    versão original

    Mais Recentes da CNN