Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Brasil assume presidência do Conselho de Segurança da ONU durante o mês de julho

    País se tornou membro rotativo do órgão no início de 2022; embaixador brasileiro destacou busca por "paz e segurança"

    Tiago Tortellada CNN

    em São Paulo

    Ouvir notícia

    O Brasil assume, neste mês de julho, a presidência do Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas (ONU). O cargo é mantido por um mês, seguindo uma lista em ordem alfabética em inglês dos integrantes. Em junho, a Albânia comandou as sessões.

    O embaixador brasileiro na ONU, Ronaldo Costa Filho, destacou a busca pela “paz e segurança”, combatendo a violência, inclusive a sexual, e priorizando “comunicação estratégica em operações de manutenção da paz”.

    Outros pontos levantados são a promoção de debates sobre crianças em conflitos armados e “equilíbrio entre transparência e eficiência”. Segundo explicou, é necessário prestar contas para o público e outros países não representados no Conselho, mas a descrição, em alguns casos, é fundamental para viabilizar “diálogo franco”.

    Em janeiro deste ano, o Brasil assumiu um assento rotativo, com mandato para o biênio 2022/2023, sendo a 11ª passagem pelo Conselho. Outros países que também ingressaram no início de 2022 foram Albânia, Gabão, Gana e Emirados Árabes Unidos.

    O Conselho de Segurança é formado por cinco membros permanentes. São eles: Estados Unidos, Federação Russa, França, Reino Unido e República Popular da China. Outras 10 nações são eleitas para os mandatos de biênios (dois anos). Atualmente, também compõe o Conselho Índia, Irlanda, Quênia, México e Noruega como integrantes rotativos.

    Mais Recentes da CNN