Brasil já recebeu 894 ucranianos desde início de invasão russa, diz Polícia Federal

Destes, 28 pediram visto, permanente ou provisóri, para permanecer no Brasil

Carolina Fariasda CNN

São Paulo

Ouvir notícia

Dados da Polícia Federal mostram que o Brasil já recebeu 894 ucranianos desde o início de guerra entre Rússia e o país vizinho, no dia 24 de fevereiro, de acordo com informações da analista da CNN, Renata Agostini. Destes, 28 pediram visto – seja temporário, residente ou provisório – para permanecer no Brasil.

O levantamento considera as entradas de 24 de fevereiro até 17 de março. De acordo com o Itamaraty, 15 ucranianos solicitaram ainda no exterior o visto humanitário. A diferença entre o número de entradas e pedidos de visto é explicada porque os ucranianos têm permissão para entrar no país como turistas.

Segundo a ONU (Organização das Nações Unidas), mais de três milhões de pessoas fugiram da Ucrânia desde o início da invasão russa. Desse volume, mais de 2 milhões entraram na Polônia vindos da Ucrânia, disse a guarda de fronteira polonês nesta sexta-feira.

A Organização Internacional para as Migrações (OIM), organização agência que faz parte da  ONU, afirma que 157.000 dos que deixaram a Ucrânia eram estrangeiros.

Na semana passada, o Brasil enviou uma aeronave KC-390 Millennium, da Força Aérea Brasileira (FAB), para a Polônia para buscar cidadãos brasileiros e estrangeiros que deixaram a Ucrânia em decorrência da guerra.  A missão voltou ao Brasil na quinta-feira (10) com 42 brasileiros, 20 ucranianos, cinco argentinos, um colombiano, 14 crianças, oito cachorros e dois gatos estão na aeronave. Há 14 crianças entre os cidadãos.

 

Mais Recentes da CNN