Cão orelhudo e animais de patinete; os recordes mais curiosos do Guinness 2022

Guinness World Records divulgou nesta quinta-feira (16) alguns destaques que farão parte da edição de 2022; veja fotos

Lou, o cão com a maior orelha do mundo, segundo o Livro dos Recordes
Lou, o cão com a maior orelha do mundo, segundo o Livro dos Recordes Divulgação Guinness World Records 2022

Anna Gabriela Costada CNN

em São Paulo

Ouvir notícia

O Guinness World Records, livro que registra os principais recordes mundo, divulgou nesta quinta-feira (16) alguns destaques que farão parte da edição de 2022. A publicação será lançada no dia 15 de outubro. Ficou curioso? Confira alguns desses feitos na galeria acima.

Como de costume, a edição de 2022 traz recordes fofos do mundo animal, além de pessoas muito altas, muito baixas, e de feitos consideráveis, como a corrida de 30 metros mais rápida do mundo, porém, utilizando as mãos para impulsionamento.

A dupla de cão Lollipop e o gato Sashimi mostrou que arrasa no patinete. De acordo com a tutora dos animais Melissa Millet, eles costumam passear dentro de casa mesmo, e a surpreenderam com tanta sincronia.

O recorde deles não é o acúmulo de fofura, e sim completar o percurso de 5 metros em 4,37 segundos.

Outro animal que chamou a atenção foi o cachorro Lou, de 3 anos. Sua marca é ter as orelhas mais longas do mundo, são 34 centímetros, de acordo com a publicação.

As irmãs gêmeas Katharina e Elisabeth, da Alemanha, entraram no Guinnness World Book como as gêmeas anãs com idade mais avançada, elas têm 27 anos.

Ainda no quesito tamanho, a edição de 2022 traz o adolescente vivo mais alto do mundo, o canadense Olivier Rioux tem 226,9 centímetros. Já o indiano Pratik Mohite traz a marca de menor competidor fisiculturista do mundo, com 102 centímetros.

No âmbito de velocidade, a edição traz alguns feitos diferentes. A ginasta britânica Bethany Lodge, de 28 anos, quebrou o recorde de cambalhotas mais rápidas para trás em 30 segundos.

Uma artista que cria esculturas com seu cabelo e quebradora de recordes, Laetitia Ky, da Costa do Marfim, pulou uma corda feita com seu próprio cabelo por 30 segundos.

O norte-americano Zion Clark nasceu com Síndrome de Regressão Caudal, ele foi apresentado ao wrestling no ensino fundamental e se tornou um profissional no ensino médio. Clark faz parte do Guinness World Records 2022 pelos 20 metros mais rápidos com as mãos – marcando um tempo impressionante de 4,78 segundos.

Sua meta atual é se tornar o primeiro atleta americano a competir nos jogos olímpicos (luta livre) e paralímpicos (corrida em cadeira de rodas) em 2024.

Mais Recentes da CNN