Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Cerca de 46 mil casas foram destruídas em Gaza desde o início da guerra, diz ONU

    Análise estima que entre 26% e 34% de todas as estruturas da região foram danificadas até 29 de novembro

    Região de Khan Yunis, na Faixa de Gaza, devastada após ataques aéreos israelenses
    Região de Khan Yunis, na Faixa de Gaza, devastada após ataques aéreos israelenses Ibraheem Abu Mustafa/Reuters (25.out.23)

    Renée RigdonAnnette Choida CNN

    Desde 7 de outubro, cerca de 46 mil unidades habitacionais em Gaza foram completamente destruídas e mais de 234 mil foram parcialmente danificadas, de acordo com um relatório da Organização das Nações Unidas (ONU) de 29 de novembro.

    Análises de satélite feitas por pesquisadores do CUNY Graduate Center e da Oregon State University estimam que entre 26% e 34% de todas as estruturas da faixa foram danificadas até 29 de novembro.

    Esse índice estava entre 20% e 26% em 18 de novembro. Nas províncias de Gaza e no norte de Gaza, onde os ataques aéreos foram concentrados, estima-se que 52% a 65% das estruturas foram danificadas.

    “Catástrofe humanitária épica”

    O secretário-geral da ONU, António Guterres, alertou, na quarta-feira (29), que a Faixa de Gaza está em meio a uma “catástrofe humanitária épica”.

    A fala foi feita durante reunião do Conselho de Segurança da ONU, presidida pelo ministro das Relações Exteriores da China, Wang Yi.

    “Devemos trabalhar por um cessar-fogo abrangente e duradouro com a maior urgência”, afirmou Wang ao Conselho.

    “A retomada dos combates apenas se transformaria, muito provavelmente, em uma calamidade que devoraria toda a região”, completou.