Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    China pede resolução política para crise entre Rússia e Ucrânia

    Presidente Xi Jinping ligou para o presidente francês, Emmanuel Macron, nesta quarta

    Presidente da Rússia, Vladimir Putin, e presidente da China, Xi Jinping, se reúnem em Pequim
    Presidente da Rússia, Vladimir Putin, e presidente da China, Xi Jinping, se reúnem em Pequim 04/02/2022 Sputnik/Aleksey Druzhinin/Kremlin via REUTERS

    Yew Lun Tianda Reuters

    Pequim

    Ouvir notícia

    O presidente da China, Xi Jinping, pediu uma resolução política para a crise na Ucrânia em um telefonema com o presidente francês, Emmanuel Macron, nesta quarta-feira (16), informou a mídia estatal chinesa.

    Xi encorajou todas as partes envolvidas a resolver a crise por meio do diálogo e o uso de plataformas multilaterais, incluindo o formato Normandia, grupo informal criado por diplomatas franceses, alemães, russos e ucranianos em 2014.

    O líder chinês também disse a Macron que a China apoiará mais bancos e instituições financeiras francesas a participar do sistema de pagamento transfronteiriço de Yuan, afirmou a estatal. Ambos os líderes também concordaram em aprofundar a cooperação entre as companhias aéreas.

    Entenda os motivos da tensão entre os dois países

    As tensões entre a Ucrânia e a Rússia estão em seu ponto mais alto dos últimos anos. O exército russo reuniu mais de 130 mil soldados perto da fronteira ucraniana nas últimas semanas.

    Os Estados Unidos e demais países-membros da Otan (Organização do Tratado do Atlântico Norte) acusam a Rússia de planejar um ataque contra a Ucrânia e apontam um crescente acúmulo de forças militares nas fronteiras.

    Os russos, por sua vez, negam que haverá uma invasão, mas pedem que a Otan afaste-se da Ucrânia e de suas intenções de tornar o país fronteiriço mais um de seus membros na Europa.

    Na terça-feira (15), algumas tropas nos distritos militares da Rússia adjacentes à Ucrânia retornaram às suas bases depois de completar os exercícios, como informou o Ministério da Defesa russo.

    Qual é a situação atual na fronteira?

    Os Estados Unidos e a Otan descreveram os movimentos e concentrações de soldados dentro e ao redor da Ucrânia como “incomuns”.

    Os serviços de inteligência norte-americanos estimaram que a Rússia poderia começar ataques antes do final dos Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim, que terminam em 20 de fevereiro.

    A Rússia criou pontos de pressão em três lados da Ucrânia – na Crimeia, ao sul, no lado russo da fronteira entre os dois países e em Belarus, ao norte.

    Mais Recentes da CNN