Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Comissão Europeia promete 1 bilhão de euros para apoiar Ucrânia

    Parte do valor, cerca de 400 milhões de euros, será direcionado para ajudar países que recebem refugiados

    Refugiados da Ucrânia chegam à Polônia
    Refugiados da Ucrânia chegam à Polônia Christoph Reichwein/picture alliance via Getty Images

    Da Reuters

    A Comissão Europeia prometerá 1 bilhão de euros para apoiar a Ucrânia e os países que recebem refugiados que fogem da guerra após a invasão da Rússia, disse neste sábado (9) a presidente do executivo da União Europeia (UE), Ursula von der Leyen.

    “Seiscentos milhões deles irão para a Ucrânia, para as autoridades ucranianas e parcialmente para as Nações Unidas”, disse von der Leyen em um evento de arrecadação de fundos para a Ucrânia em Waraw, na Polônia.

    “E 400 milhões de euros irão para os estados da linha de frente que estão fazendo um trabalho tão excelente e ajudando os refugiados que estão chegando”, disse ela.

    A ONU estima que mais de quatro milhões de ucranianos deixaram o país fugindo da guerra até o fim de março. O número significa quase 10% da população total do país antes da invasão russa.

    Esse não é o único movimento por parte dos países europeus para reforçar o apoio à Ucrânia.

    Na sexta-feira (8), a União Europeia (UE) anunciou que está retomando a sua presença diplomática em Kiev depois de transferi-la temporariamente para a Polônia após a invasão da Ucrânia pela Rússia.

    A presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, e o alto representante da UE para Relações Exteriores e Política de Segurança, Josep Borrell, viajaram para a Ucrânia na sexta-feira para se encontrar com o presidente Volodymyr Zelensky e autoridades ucranianas

    A Itália também pretende reabrir sua embaixada em Kiev após a Páscoa, disse o ministro das Relações Exteriores, Luigi Di Maio, neste sábado (9).