Comitê convoca aliados de Trump para depor sobre invasão ao Capitólio nos EUA

Entre os nomes ligados ao ex-presidente dos EUA, Donaldo Trump, foram intimados a depor Mark Meadows, Dan Scavino, Steve Bannon e Kash Patel

Ryan NoblesAnnie Grayerda CNN*

Ouvir notícia

O comitê que investiga o motim de 6 de janeiro no Capitólio dos Estados Unidos, sede do Congresso norte-americano, emitiu sua primeira rodada de intimações nesta quinta-feira (23), que tem na mira os assessores próximos e aliados do ex- presidente Donald Trump.

As intimações vêm no momento em que o comitê selecionado busca investigar os esforços que a Casa Branca sob gestão de Trump empreendeu para potencialmente derrubar a eleição presidencial de 2020, e como a disseminação de desinformação alimentou a raiva e a violência que levaram à insurreição do Capitólio.

Por enquanto, são quatro intimações. Todas direcionadas a ex-chefes de gabinetes do ex-presidente Trump na Casa Branca.

Os intimados são:

  • Mark Meadows, ex-chefe de gabinete;
  • Dan Scavino, ex-vice-chefe de gabinete;
  • Steve Bannon, ex-conselheiro;
  • Kash Patel, ex-chefe de gabinete do então secretário de Defesa em exercício, Christopher Miller, que também serviu como assessor do deputado republicano Devin Nunes.

Os ex-funcionários do governo Trump estão recebendo intimações para depoimentos e registros privados. Todas as solicitações de documentos devem ser feitas até 7 de outubro.

O comitê solicita que Patel e Bannon compareçam em 14 de outubro, enquanto Scavino e Meadows devem comparecer perante o comitê em 15 de outubro.

Texto em atualização.

(Essa matéria foi traduzida. Clique aqui para ler a original em inglês)

Mais Recentes da CNN