Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Companhias aéreas cancelam voos entre Brasil e Argentina por greve nesta quarta

    Funcionário da empresa estatal que administra serviço de rampa, transferência de passageiros e de bagagens querem negociar salários

    Luciana Taddeoda CNN

    em Buenos Aires

    Centenas de voos na Argentina, incluindo com destinos internacionais ou que chegariam ao país sul-americano, foram cancelados devido a uma greve por negociação salarial marcada para esta quarta-feira (28) por funcionários da empresa estatal Intercargo, que administra serviço de rampa, transferência de passageiros e de bagagens nos aeroportos do país.

    A Latam confirmou à CNN que cancelou todas as suas operações de e para a Argentina desta quarta. A companhia ressaltou e que oferece as alternativas de alteração do voo ou reembolso para os passageiros.

    A Gol também informou à reportagem que cancelou todos os seus voos de Buenos Aires, Córdoba e Rosário e que os passageiros poderão realizar alterações sem custos. A empresa também afirma que criou operações extras para a próxima quinta-feira (29), para atender os clientes afetados.

    Já a companhia Aerolineas Argentina cancelou 331 voos de e para diferentes destinos, devido à medida de força adotada pelas organizações sindicais Associação de Pessoal Aeronáutico (APA), União do Pessoal Superior e Profissional de Empresas Aerocomerciais (UPSA) e Associação de Pilotos de Linhas Aéreas (APLA).

    Segundo a empresa aérea estatal, a medida afetará 24 mil passageiros, sendo 3 mil de voos internacionais. A companhia pede que passageiros não compareçam ao aeroporto nesta quarta, “já que não haverá atendimento presencial do pessoal da companhia aérea”.

    A orientação é que os clientes vejam as notificações por e-mail ou consultem a agência de viagem com que compraram a passagem.