Confira alguns dos edifícios mais “espetaculares” de 2021

A revista de arquitetura Architectural Digest selecionou 20 projetos inovadores para sua nova Lista de Obras Maravilhosas (WOW List, na sigla em inglês)

A nova torre de Frank Gehry em Arles, França, foi inspirada pelos redemoinhos de "Noite estrelada" de Van Gogh
A nova torre de Frank Gehry em Arles, França, foi inspirada pelos redemoinhos de "Noite estrelada" de Van Gogh Crédito: Iwan Baan para LUMA Arles / Cortesia da Architectural Digest

Jacqui Palumboda CNN

Ouvir notícia

Uma impressionante torre de aço inspirada nas pinceladas de Van Gogh. Uma aconchegante casa impressa em 3D feita do solo ao redor. Uma galeria arejada em sua própria ilha. Estes são alguns dos novos edifícios e renovações considerados os “mais impressionantes” do ano pela renomada revista de arquitetura Architectural Digest (AD).

A revista selecionou 20 projetos inovadores para sua nova Lista de Obras Maravilhosas (WOW List, na sigla em inglês) para que será apresentada ao lado do AD100, um índice anual de talentos em arquitetura e design.

Para a edição de janeiro — a primeira edição global da revista — os editores da AD de todo o mundo se reuniram virtualmente para ungir os líderes e projetos arquitetônicos mais importantes do ano.

“A colaboração sempre foi parte integrante da AD, portanto, juntar forças oficialmente com nossa rede internacional de editores foi um próximo passo natural”, disse Amy Astley, diretora editorial global da AD e editora-chefe dos Estados Unidos, por e-mail.

Os projetos na lista inaugural incluem o sobrenatural Museu de Astronomia de Xangai, da Ennead Architects, e o não convencional e circular Museu do Futuro em Dubai, da Killa Design.

Mas os edifícios selecionados não são apenas novas estruturas construídas do zero: a mega galeria Hauser & Wirth ganhou um lugar na lista por seu novo espaço de 16.000 pés (cerca de 5 km) quadrados na Isla del Rey em Menorca, Espanha, que era um hospital naval desativado.

Luis Laplace se encarregou de restaurar os edifícios, que datam do século XVIII, enquanto Piet Oudolf renovou a paisagem circundante com plantas nativas.

Maite Sebastia, chefe de conteúdo editorial da AD Espanha, diz que a galeria “é um exemplo do que os projetos de arquitetura devem ser no futuro. Ela revela a forma colaborativa de fazer arquitetura agora, com a presença de artistas locais e talentos locais, que respeita o meio ambiente com as espécies nativas e com o contexto histórico.”

Capela do Som da Open Architecture/ Ni Nan / Capela do Som / Cortesia da Architectural Digest

A WOW List inclui projetos de arquitetos famosos, bem como estúdios em ascensão na última década. Em Arles, França, os editores escolheram a Torre Luma de Frank Gehry, um edifício de concreto equipado de um lado com 11.000 painéis ondulados de aço inoxidável visando evocar a pincelada pictórica de “Noite Estrelada” de Vincent van Gogh, pintada nas proximidades há mais de 130 anos.

Conforme a luz muda durante o dia, a fachada reflete os tons vibrantes do céu. “É uma obra de arte que abriga uma das coleções de arte mais notáveis ​​do mundo. A torre é o coração amplamente visível de um novo distrito de arte de 27 acres”, disse Oliver Jahn, vice-diretor editorial global da AD. “Mais uma vez, Gehry compôs muito mais do que um mero edifício, mas um marco espetacular e um dos feitos arquitetônicos mais icônicos de 2021.”

Enquanto isso, a nordeste de Pequim, a meditativa Chapel of Sound, da equipe de marido e mulher, Open Architecture, foi selecionada pela forma como coexiste em vez de se destacar. Li Hu e Huang Wenjing projetaram a sala de concertos em camadas para parecer uma parte natural do vale circundante.

Por dentro, a estrutura se abre para o céu. “Chapel of Sound apresenta luz e sombra, som e silêncio e, o mais importante, coexiste com a natureza circundante”, disse Beryl Hsu, editora-chefe da AD China.

“Na China, o rápido desenvolvimento desencadeou inúmeras arquiteturas de referência, entre as quais a Capela do Som serve ao propósito. Mas muito mais do que isso, mostra a existência da arquitetura feita pelo homem entre a natureza e fornece uma forma poética de vida.”

O novo posto avançado da galeria da Hauser & Wirth na ilha “atraiu muitos artistas e amantes da arte que estão se mudando para a ilha”, de acordo com o chefe editorial da AD Espanha, Maite Sebastia / Crédito: Stefan Altenburger / Cortesia da Architectural Digest

A lista completa das Obras de Maravilha da AD pode ser vista aqui.

(*Esse texto foi traduzido. Clique aqui para ler o original em inglês)

Mais Recentes da CNN