“Conflito nuclear está no campo das possibilidades”, diz secretário-geral da ONU

António Guterres falou sobre conflito na Ucrânia e pediu que as partes voltem "à mesa da diplomacia"

Tiago Tortellada CNN

Ouvir notícia

O secretário-geral da ONU, António Guterres, afirmou nesta segunda-feira (14) que a ameaça de um conflito nuclear voltou a ser um cenário possível.

“A perspectiva do conflito nuclear, antes impensável, está agora no campo das possibilidades”, afirmou o secretário.

Ele também pontuou que a comunidade internacional precisa trabalhar em conjunto para evitar uma crise no sistema de abastecimento alimentar global, visto que tanto a Ucrânia quanto a Rússia são importantes produtores mundiais de alimento.

“Precisamos fazer tudo ao nosso alcance para evitar uma tempestade de fome e derretimento do sistema alimentar global”, disse.

Segundo o secretário, o custo e atraso no envio de “bens importantes está chegando a níveis jamais vistos”, o que gera insegurança política no mundo todo.

“Peço aos líderes que resistam à tentação de aumentar o orçamento militar ao custo de assistência humanitária e climática”, ressaltou.

Após dizer que nunca é tarde demais para “voltar à diplomacia”, Guterres analisou a possibilidade de uma zona de exclusão aérea, uma ação pedida constantemente pelo governo ucraniano, se colocando contra essa questão, pelo menos em um primeiro momento.

“Essa questão é analisada por vários países, mas é vista como um risco de intensificação da guerra, o que poderia levar a um conflito global. Baseado nessa análise, creio que devemos ter prudência”.

Durante o discurso, Guterres também ponderou que o conflito não terá um “vencedor”, apenas “perdedores”.

“A cada hora que passa, duas coisas ficam cada vez mais claras: primeiro, que a situação continua piorando. Em segundo lugar, qualquer que seja o resultado, esta guerra não terá vencedores, apenas perdedores”, disse António Guterres.

Mais Recentes da CNN