COP26 é o novo começo de uma década decisiva, diz enviado especial americano

Em uma palestra, John Kerry afirmou que líderes do mundo inteiro devem trabalhar juntos para combater o aquecimento global

Flávia Duarteda CNN

Em Londres

Ouvir notícia

O enviado especial dos Estados Unidos para as questões climáticas, John Kerry, classificou nesta quinta-feira (28) a COP26 (26ª Conferência das Nações Unidas para a Mudança do Clima) como o início de uma década decisiva.

Kerry discursou hoje em uma universidade de Londres e afirmou que o mundo não está pronto para se alinhar à ciência e tomar todas as medidas que os cientistas dizem ser necessárias para combater as mudanças climáticas.

Ele afirmou ainda que os líderes do mundo inteiro devem trabalhar juntos para combater o aquecimento global, mas que a responsabilidade maior é das 20 maiores economias do mundo que são responsáveis por 80% da emissão total de poluentes.

“Eu acredito que exista uma questão crítica: todo o mundo está totalmente alinhado com o que a ciência diz que devemos fazer para evitar piores consequências da crise do clima? Em duas palavras: ainda não. Mas mais países do que nunca estão reforçando isso. Então, no fim da estrada, meus amigos, realmente eu diria a vocês que Glasgow (COP26) é o novo começo desta década decisiva, e os Estados Unidos deixaram claro que estão prontos para trabalhar com o resto do mundo nesta empreitada”, disse Kerry.

Mais Recentes da CNN