Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Coreia do Norte dispara mísseis para enviar “alerta grave” à Coreia do Sul

    Projéteis foram lançados em resposta a exercícios anuais de defesa feitos pelos sul-coreanos nesta semana

    Bandeira da Coreia do Norte
    Bandeira da Coreia do Norte 19/7/2022 REUTERS/Kim Hong-Ji

    Por Heekyong Yang e Joori Roh, da Reuters

    A Coreia do Norte disparou projéteis de artilharia em suas costas leste e oeste nesta terça-feira (18), disseram militares sul-coreanos, depois que Seul iniciou exercícios anuais de defesa com o objetivo de aumentar sua capacidade de responder às ameaças nucleares e de mísseis norte-coreanas.

    O país liderado por Kim Jong-un disparou cerca de 100 projéteis no mar em sua costa oeste por volta das 22h e mais 150 em sua costa leste, disse o Estado-Maior Conjunto da Coreia do Sul em um comunicado na quarta-feira (horário local).

    Mais tarde, a Coreia do Norte afirmou que os disparos visam enviar um “alerta grave” à Coreia do Sul em resposta ao disparo de dezenas de projéteis de artilharia na terça-feira entre 9h55 e 17h22.

    O Estado-Maior do Exército Popular da Coreia (KPA) disse que o “exercício de guerra do Sul contra o Norte está acontecendo de maneira frenética”.

    “A fim de enviar um alerta grave mais uma vez, foi assegurado que as unidades do KPA nas frentes leste e oeste conduzissem um fogo de advertência ameaçador em direção aos mares leste e oeste na noite de 18 de outubro, como uma poderosa contramedida militar”, acrescentou em um comunicado divulgado pela mídia estatal KCNA.

    “Os inimigos devem parar imediatamente as provocações imprudentes e incitadoras que aumentam a tensão militar.”

    Os exercícios de Hoguk, previstos para terminar no sábado, são os mais recentes de uma série de exercícios militares da Coreia do Sul nas últimas semanas, incluindo atividades conjuntas com os Estados Unidos e o Japão.