Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Coreia do Norte faz primeira simulação de contra-ataque nuclear, diz mídia estatal

    Exercícios foram acompanhados pelo líder Kim Jong-un

    Ju-min Parkda Reuters

    A Coreia do Norte realizou os seus primeiros exercícios de contra-ataque nuclear para simular o seu sistema de gestão de “gatilho nuclear”, guiado pelo líder Kim Jong-un, como um aviso claro aos seus inimigos, informou a agência de notícias estatal KCNA nesta terça-feira (23), no horário local.

    O país asiático disparou vários mísseis balísticos de curto alcance nesta segunda-feira (22) em direção ao mar da costa leste, informaram os militares da Coreia do Sul.

    Como parte dos testes do sistema nacional de gestão nuclear, denominado “gatilho nuclear”, suas forças de artilharia se juntaram aos primeiros exercícios do país na segunda-feira, em uma demonstração de capacidades nucleares diversificadas e em protesto contra os exercícios militares “provocativos e invasivos” dos EUA e da Coreia do Sul, afirmou a KCNA.

    Kim supervisionou os exercícios de simulação envolvendo manobras de tropas em postura de contra-ataque nuclear e disparo de artilharia com ogivas nucleares simuladas, em caso de alertas de crise nuclear serem emitidos, de acordo com a imprensa estatal.

    O líder norte-coreano elogiou muito a disponibilidade das “melhores” armas táticas de ataque nuclear do mundo, expressando satisfação com os exercícios, adicionou.

    Além disso, acredita-se que o Estado recluso esteja se preparando para lançar outro satélite espião, depois de colocar com sucesso um satélite de reconhecimento em órbita em novembro.

    A Coreia do Norte pontuou na semana passada que disparou um míssil de cruzeiro estratégico para testar uma grande ogiva e um novo míssil antiaéreo.