Deslizamento de terra deixa ao menos 14 mortos na Colômbia

Outras 35 pessoas ficaram feridas após deslizamento de um morro que soterrou várias casas em uma cidade no centro da Colômbia

Fortes chuvas geraram deslizamentos de terra na região de Caldas, no oeste da Colômbia
Fortes chuvas geraram deslizamentos de terra na região de Caldas, no oeste da Colômbia Governador de Risaralda / Víctor Manuel Tamayo / Twitter

Luis Jaime Acosta

da Reuters

Ouvir notícia

Pelo menos 14 pessoas morreram nesta terça-feira (8) e outras 35 ficaram feridas por um deslizamento de um morro que soterrou várias casas em uma cidade no centro da Colômbia, na pior tragédia em meio à atual estação chuvosa, informou a Unidade Nacional para Gestão de Risco de Desastres (UNGRD).

O deslizamento de terra, causado por fortes chuvas, foi registrado no município de Dosquebradas, próximo à cidade de Pereira, no departamento de Risaralda, região cafeeira do centro do país.

“Depois do movimento em massa que afetou a comunidade do bairro de La Esneda, relatório atualizado indica que 35 pessoas ficaram feridas, 14 perderam a vida e uma ainda está desaparecida”, disse a estatal UNGRD em sua conta no Twitter.

As autoridades locais relataram o esvaziamento de 52 casas localizadas na área do desabamento onde o rio Otún também transbordou e inundou a região.

Deslizamentos de terra e inundações são frequentes no país sul-americano de 50 milhões de habitantes.

Uma série de deslizamentos e inundações devastaram a cidade de Mocoa em abril de 2017, deixando pelo menos 322 mortos, 71 desaparecidos e mais de 4.500 afetados, no que foi considerada a pior tragédia natural da história recente da Colômbia.

Mais Recentes da CNN