Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Defesa da Ucrânia alega que foi responsável por explosão em ponte que liga Rússia e Crimeia

    Vice-ministra Hanna Maliar fez o que parece ser a admissão mais clara até então sobre ataque em outubro de 2023, que interrompeu parte da logística russa na região

    Incêndio na ponte de Kerch que liga a Crimeia à Rússia, depois que um caminhão explodiu perto de Kerch, em 8 de outubro de 2022.
    Incêndio na ponte de Kerch que liga a Crimeia à Rússia, depois que um caminhão explodiu perto de Kerch, em 8 de outubro de 2022. AFP/Getty Images/FILE

    Josh PenningtonTim Listerda CNN

    A vice-ministra da Defesa da Ucrânia, Hanna Maliar, fez o que parece ser a admissão mais clara até agora de que as forças ucranianas foram responsáveis ​​por um ataque em outubro de 2022 na ponte que liga a Rússia e a Crimeia, controlada por Moscou desde que tomou a península em 2014.

    Listando 12 conquistas ucranianas desde o início da invasão em grande escala da Rússia, 500 dias atrás, Maliar escreveu no Telegram: “Há 273 dias, [nós] lançamos o primeiro ataque na ponte da Crimeia para interromper a logística russa”.

    A mensagem no Telegram também mencionou o naufrágio do navio de guerra russo Moskva (451 dias atrás) e a libertação da Ilha das Cobras (373 dias atrás).

    A CNN entrou em contato com as Forças Armadas da Ucrânia para obter uma declaração sobre a reivindicação de responsabilidade pela explosão da ponte, mas ainda não recebeu uma resposta.

    Antecedentes

    O ataque à ponte de Kerch, que interrompeu as principais ligações de transporte entre a Rússia continental e a península da Crimeia anexada, não apenas desferiu um golpe contra o esforço militar da Rússia na Ucrânia, mas também representou um golpe psicológico para Moscou e uma grande vitória de propaganda para Kiev.

    As autoridades ucranianas comemoraram a explosão na época, mas não reivindicaram claramente a responsabilidade.

    Aconteceu um dia depois que o líder russo Vladimir Putin completou 70 anos, e o secretário de Segurança Nacional e Conselho de Defesa da Ucrânia, Oleksiy Danilov, publicou um vídeo da ponte em chamas ao lado de um vídeo de Marilyn Monroe cantando “Parabéns a você, senhor presidente”.

    Entre outras respostas, a marinha ucraniana postou no Facebook: “Defesa aérea da Federação Russa, você está dormindo?” ao lado de um vídeo mostrando um trecho da estrada da ponte que havia sido completamente destruído.

    Este conteúdo foi criado originalmente em inglês.

    versão original