Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Biden se prepara para diferentes versões de Trump que podem aparecer no debate

    Presidente reúne equipe de campanha em Camp David para traçar estratégias ao debate da CNN

    Presidente dos EUA, Joe Biden
    Presidente dos EUA, Joe Biden 06/02/2024REUTERS/Evelyn Hockstein

    MJ Leeda CNN*

    O presidente Joe Biden e sua equipe de conselheiros estiveram em Camp David durante o fim de semana para intensos preparativos para o debate – incluindo a preparação para diferentes versões de Donald Trump que poderiam aparecer no debate presidencial da CNN na noite de quinta-feira (27).

    Os assessores de Biden estão se preparando para o que acreditam ser a possibilidade muito real de que um Trump “muito disciplinado” possa subir ao palco do debate esta semana, disse um conselheiro sênior envolvido nos preparativos à CNN, no que marcaria um forte contraste com o ex-presidente desequilibrado que criou o caos durante o primeiro debate Biden-Trump, há quatro anos.

    Nesse confronto em setembro de 2020, Trump desencadeou de forma memorável uma torrente de insultos, interrupções e respostas prolixas e incoerentes que tornaram, por vezes, quase impossível para o moderador manter o debate sob controle.

    Mas, como disse este conselheiro de Biden, a equipe do presidente acredita que a campanha de Trump foi muito mais disciplinada desta vez do que em 2020 ou 2016, em grande parte por conta da direção de agentes políticos como Chris LaCivita e Susie Wiles, e que isso poderia resultar em Trump sendo relativamente contido na quinta-feira.

    Ainda assim, o copresidente da campanha de Biden, Mitch Landrieu, disse no “Meet the Press” de domingo (23) que, em última análise, “realmente não importa como Donald Trump apareça – se ele chegar desequilibrado, como acontece na maior parte do tempo, ou se ficar sentado lá, quieto”.

    “As pessoas saberão que ele é um criminoso condenado que sofreu dois impeachmets, que difamou e abusou sexualmente de pessoas e que faliu seis vezes”, disse Landrieu. “Eles sempre saberão disso”.

    A CNN publicou recentemente que o advogado pessoal de Biden, Bob Bauer, provavelmente repetirá seu papel de Trump em simulações de sessões de debate em Camp David esta semana. Bauer, que repetidamente se recusou a comentar sobre a estratégia por trás da preparação do debate deste ano, disse na CNN na semana passada que desempenhar o papel de Trump era encontrar um equilíbrio entre “tentar aproximar a experiência” de enfrentar o ex-presidente, mas também não deixando que a “teatralidade” se torne uma distração.

    Assessores que estiveram envolvidos na preparação do debate há quatro anos deram crédito a Bauer por ter um talento especial para capturar o que a equipe na época previu que seria um Trump implacável no palco do debate.

    “Ele era excelente em imitar a implacabilidade de Trump”, lembrou a ex-diretora de comunicações da Casa Branca, Kate Bedingfield.

    E há um detalhe no debate de quinta-feira à noite que deixa a equipa de Biden satisfeita: as duas campanhas concordaram que o microfone de um candidato seria silenciado sempre que não fosse a sua vez de falar. O conselheiro sênior de Biden disse que os eleitores deixaram claro, após o primeiro debate caótico entre Biden e Trump em 2020, que “seus interesses não foram atendidos”. Houve simplesmente demasiadas interrupções e gritos, disse o conselheiro, e, em última análise, o caos fez com que os eleitores não conseguissem ouvir claramente ambos os candidatos.

    Mostrar claramente esse contraste entre Biden e Trump em tudo, desde questões políticas até uma visão mais ampla do país, é uma das principais prioridades da campanha de Biden nesta semana. No final da noite, a campanha do presidente quer que o público tenha visto um Trump divisivo e caótico – e ao lado dele, um Biden mais firme e mais sábio.

    A equipe de Biden espera que os microfones silenciados possam ajudar a demonstrar isso.

    Este conteúdo foi criado originalmente em inglês.

    versão original