Embaixador da Índia agradece Brasil e vê parceria como ‘definidora do século’

Suresh Reddy respondeu mensagem de Filipe Martins, assessor do presidente Jair Bolsonaro, que enaltece aproximação entre os dois países

Guilherme Venaglia, da CNN, em São Paulo

Ouvir notícia

 

O embaixador da Índia no Brasil, Suresh Reddy, enalteceu nas redes sociais a parceria entre os países, que, na visão dele, será “uma das definidoras deste século”. A mensagem foi escrita em resposta a Filipe Martins, assessor especial para Assuntos Internacionais do presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

“Obrigado Filipe G. Martins por compartilhar seus pensamentos sobre a parceria entre a Índia e o Brasil. O sentimento e a crença de que esta será uma das parcerias definidoras deste século é totalmente reciproco”, escreveu Reddy, em mensagem que incluiu o chanceler indiano, Subrahmanyam Jaishankar.

A relação entre o Brasil e a Índia ganhou destaque nas últimas semanas, durante as negociações para a liberação de um lote de 2 milhões de doses da vacina de Oxford e da AstraZeneca produzidas pelo laboratório indiano Sérum.

As vacinas desembarcaram no Brasil na última semana, foram rotuladas pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) e distribuídas aos estados e municípios pelo Ministério da Saúde.

Jair Bolsonaro Índia
Presidente Jair Bolsonaro participa da festa do Dia da República, o Dia da Índia, em Brasília
Foto: Presidência da República/Divulgação
 

A mensagem do embaixador Suresh Reddy respondeu a uma sequência de publicações de Filipe Martins, que trata da relação entre os dois países.

São dez tweets nos quais o assessor cita a sua visão sobre as relações diplomáticas. Martins enfatiza a presença do presidente Jair Bolsonaro como convidado especial do Dia da República da Índia em 2020. Neste ano, Bolsonaro compareceu a uma celebração organizada pela embaixada local do país.

“A parceria Brasil-Índia é uma fórmula de sucesso e ainda trará grandes benefícios aos nossos povos e mudanças positivas ao sistema internacional. Em 2021, se as condições sanitárias permitirem, voltaremos à Índia para a Cúpula do BRICS e avançaremos ainda mais nessa parceria”, escreveu o assessor.

Mais Recentes da CNN