Emissão de poluentes no ar diminuiu 7% por causa de pandemia

Essa foi a maior queda já registrada por projeto das Nações Unidas

Poluição em área urbana
Poluição em área urbana Foto: Marcinjozwiak/Pixabay

Juliana Faddul, colaboração para a CNN

Ouvir notícia

Em 2020 o mundo deu um tempo. Viagens foram canceladas, o home office se tornou uma rotina e o isolamento social uma realidade. O momento introspectivo acabou dando um respiro para quem há muito tempo precisava de ar: o planeta. Segundo levantamento do Projeto Carbono Global, organizado pelas Nações Unidas, a emissão de dióxido de carbono diminuiu 7% mundialmente. Essa foi a maior queda já registrada.

Segundo o estudo, publicado na revista científica Earth System Science Data, no ano passado foram lançados 36,4 bilhões de toneladas de CO2. Este ano a previsão é de que sejam emitidos 34 bilhões. No entanto, é preciso dizer que apesar da baixa, o mundo soltou em média 1.075 toneladas de dióxido de carbono na atmosfera a cada segundo.

Leia e assista também

Poluição cai até 53% no Rio e 30% em São Paulo durante quarentena

Poluição diminuiu, mas precisamos de mudança em longo prazo, diz ambientalista

Correspondente Médico: Como a poluição afeta a saúde física e mental?

Cerca de um quinto da emissão do gás poluente vem do transporte terrestre (carros, ônibus, caminhões), seguido pela queima incompleta de combustível à base de petróleo. Os cientistas já previam essa queda de 4% a 7%, dependendo da progressão de casos contaminados do novo coronavírus.

A China, país líder em emissão de poluentes, diminuiu 1,7% enquanto os Estados Unidos, terceiro lugar no pódio e cujo lockdown demorou mais tempo, diminuiu 12%.

Por mais que a medida tenha sido benéfica, os cientistas alertam que o isolamento social não é resposta correta para erradicar os danos ao meio ambiente. Eles acreditam que novas formas de trabalho, como as vídeo-chamadas e o home office, podem evitar reuniões desnecessárias e viagens que podem ser feitas virtualmente. Segundo as recomendações, a flexibilização do trabalho em casa pode ser uma alternativa viável a redução de poluição.

Mais Recentes da CNN