Emmanuel Macron diz que EUA devem evitar restrições às exportações de vacinas

O presidente francês participou da cúpula da União Europeia em Portugal e defendeu ajuda aos países que enfrentam dificuldades na vacinação

Emmanuel Macron, presidente da França
Emmanuel Macron, presidente da França Foto: Reprodução/CNN Brasil (22.abr.2021)

Reuters

Ouvir notícia

O presidente francês Emmanuel Macron afirmou neste sábado (8) que os Estados Unidos deve retirar as restrições às importações de vacina contra Covid-19 e os insumos necessários para sua produção. 

Macron falou na cúpula da União Europeia em Portugal e, durante coletiva de imprensa, afirmou que as nações mais ricas deveriam abrir sua capacidade de vaicnação para ajudar os países menos desenvolvidos.

Nas redes sociais, Macron defendeu uma “resposta social” à crise enfrentada pelo mundo diante da pandemia de Covid-19. “Estamos construindo uma resposta como Europeus à crise que atravessamos: uma resposta social, em linha com os nossos valores, que soube avançar durante a Cúpula do Porto [em Portugal].” 

Em números absolutos, os Estados Unidos já têm mais de 254 milhões de doses aplicadas. Na última quarta-feira (5), o presidente Joe Biden afirmou que apoia a suspensão de patentes de vacinas contra a Covid-19 durante pandemia. A medida pode expandir o fornecimento global dos imunizantes.

Mais Recentes da CNN